Estilo de vida

Will Smith: O investidor de venture capital além de Hollywood

Artista americano é cofundador do fundo de venture capital Dreamers VC, ao lado do jogador de futebol ex-Botafogo Keisuke Honda

De acordo um uma lista de celebridades da Forbes de junho de 2020, o ator acumulava riqueza de US$ 44,5 milhões na ocasião
29 de Março, 2022 | 02:58 pm
Tempo de leitura: 4 minutos

Bloomberg Línea — A figura que deu cara a produções conhecidas no Brasil como Um Maluco no Pedaço, À Procura da Felicidade e MIB - Homens de Preto, não só é um protagonista conhecido em todo o mundo como também assume o papel principal na cena dos negócios.

Will Smith é cofundador da Dreamers VC, um fundo de venture capital que faz a ponte entre investidores corporativos japoneses com empresas sediadas nos Estados Unidos em estágio inicial. O jogador de futebol japonês, Keisuke Honda, que atuou no Botafogo entre 2020 e 2021, divide a liderança do fundo com o ator.

“Quando apropriado, apoiamos a expansão conectando empresas à nossa rede global de capital e parceiros estratégicos”, diz a descrição da companhia no site. “Geralmente, fazemos nosso primeiro investimento em uma rodada Seed, A ou B e mantemos o capital de acompanhamento para os estágios de crescimento de nossos investimentos”.

O fundo de venture capital de Smith investe em nomes como o aplicativo de áudio Clubhouse e a Just Water, companhia de água alcalina em caixinhas de papelão criada pelo próprio Will e seu filho Jaden, de 23 anos. A Pangaia, companhia que cria materiais sustentáveis - desde roupas até os “superalimentos” ou “superfoods” - com equipes de cientistas próprios, também recebe apoio do fundo.

PUBLICIDADE

Em julho de 2021, a Dreamers VC investiu em uma startup que ajuda locatários a melhorar o crédito até que possam comprar uma casa, a Landis Technologies. A empresa levantou US$ 165 milhões de um grupo de investidores que inclui a Sequoia Capital, a Roc Nation, de Jay-Z, e a Dreamers VC de Will Smith.

De acordo um uma lista de celebridades da Forbes de junho de 2020, o ator acumulava uma riqueza de US$ 44,5 milhões na ocasião, citando como fontes de receita as redes sociais de Smith, os cachês de seus trabalhos de atuação e da série Will from Home - produzida em parceria com o Snapchat (SNAP) durante o lockdown da pandemia.

No ranking de 100 celebridades mais ricas da revista, ele ocupava a 6ª posição, que trazia ainda o jogador Neymar no 7° lugar (com US$ 95,5 milhões) e a influenciadora Kylie Jenner na liderança (com US$ 590 milhões).

Will Smith e o Oscar

O ator protagonista de grandes nomes do cinema americano figurou nas manchetes dos principais jornais do mundo na última segunda-feira (28) por protagonizar uma cena histórica na premiação do Oscar 2022. Apesar de ter levado o prêmio de melhor ator pelo personagem Richard Williams em “King Richard: Criando Campeãs”, o que levou Smith a ser o assunto mais comentado das redes sociais foi a atitude em defesa de sua esposa, Jada Pinkett Smith.

PUBLICIDADE

Smith deu um tapa no comediante Chris Rock, que apresentava a premiação ao vivo, um momento que ficará marcado como um dos mais chocantes dos 94 anos de história do Oscar.

Rock fez uma piada de que a esposa de Smith poderia estar no próximo G.I. Jane, uma referência ao seu cabelo curto. Jada, que também é atriz, tem alopecia, uma doença autoimune que causa queda de cabelo e pêlos em todo o corpo. “Mantenha o nome da minha esposa fora da sua boca”, gritou Smith em direção ao palco após voltar para a plateia.

O ator lamentou a quantidade de “abuso” que atores e cineastas devem suportar enquanto sorriem e têm que “fingir que está tudo bem”dfd

Em um discurso às lágrimas, Smith disse que Williams, seu personagem no filme, sempre defendeu sua família. Smith também lamentou a quantidade de “abuso” que atores e cineastas devem suportar enquanto sorriem e têm que “fingir que está tudo bem”.

“Estou sendo chamado em minha vida para amar as pessoas e proteger as pessoas e ser um rio para o meu povo”, disse ele.

No dia seguinte, o ator postou um texto em suas redes sociais pedindo desculpas e dizendo que seu comportamento havia sido “inaceitável e imperdoável”.

A violência em todas as suas formas é venenosa e destrutiva. Meu comportamento no Oscar de ontem à noite foi inaceitável e imperdoável. Piadas às minhas custas fazem parte do trabalho, mas uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim e reagi emocionalmente.

PUBLICIDADE

Eu gostaria de me desculpar publicamente a você, Chris. Eu estava fora de linha e estava errado. Estou envergonhado e minhas ações não foram indicativas do homem que quero ser. Não há lugar para violência em um mundo de amor e bondade.

Também gostaria de pedir desculpas à Academia, aos produtores do programa, a todos os participantes e a todos que assistem ao redor do mundo. Eu gostaria de me desculpar com a Família Williams e minha Família King Richard. Lamento profundamente que meu comportamento tenha manchado o que tem sido uma jornada linda para todos nós.

Eu sou um trabalho em andamento.

Leia também

PUBLICIDADE

Sócio de Jade Picon e Gkay, empresário de 21 anos não quer holofotes

Fintech brasileira adota piso salarial de R$ 7 mil para toda a empresa

Como os influenciadores ganham dinheiro no TikTok?

Kariny Leal

Kariny Leal

Jornalista carioca, formada pela UFRJ, especializada em cobertura econômica e em tempo real, com passagens pela Bloomberg News e Forbes Brasil. Kariny cobre o mercado financeiro e a economia brasileira para a Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE