PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Viagens

Brasileiros podem entrar na Suíça com teste de farmácia negativo há 180 dias

Governo suíço reduz exigências para ingresso de visitantes provenientes do Brasil

Suíça foi o primeiro país europeu a reabrir as fronteiras para os turistas brasileiros, em junho do ano passado
24 de Março, 2022 | 04:07 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A Suíça facilitou a entrada de turistas brasileiros. Desde a última segunda-feira (23), basta apresentar um teste negativo de covid, realizado há 180 dias, para conseguir entrar no país. Também é exigido o comprovante de imunização com duas doses de vacina, sendo a última administrada nos últimos 270 dias.

O governo suíço também reduziu a quarentena aos positivados de 10 para 5 dias, porém, lembrando que é necessário o teste negativo para deixar o isolamento.

PUBLICIDADE

Segundo agências de viagem que trabalham os destinos da Suíça, o turista brasileiro tem fama de “gastador” - foi o primeiro países europeu a abrir suas fronteiras para brasileiros, em junho do ano passado.

Veja mais: Vai viajar após a vacina? Confira 10 tendências da retomada do turismo

Como funciona entrar na Suíça agora

Para ingressar em território suíço, os brasileiros terão de apresentar o chamado “certificado de recuperação” dentro dos últimos 180 dias que antecedem a viagem. É considerado certificado de recuperação o teste PCR positivo ou um teste rápido de antígeno positivo, o chamado teste de farmácia, achado em São Paulo por menos de R$ 100. A validade começa a partir do 11º dia após o resultado do teste positivo e é válido por 180 dias a partir do resultado do teste.

PUBLICIDADE

A Suíça já vem flexibilizando as regras de entrada aos brasileiros. Em fevereiro foi anunciado a suspensão do formulário de entrada e a conversão do certificado Covid para brasileiros entrarem no país. O governo suíço desenvolveu uma página com informações dedicadas de acordo com nacionalidade de cada turista: https://travelcheck.admin.ch.

Também não é mais necessário

  • ·Uso de máscara em lojas, restaurantes, bem como em outros ambientes públicos, assim como eventos
  • Exigência de máscara no local de trabalho
  • Não são mais válidas as restrições de acesso reguladas pelo certificado Covid (regra 3G, 2G e 2G+)
  • Exigência de autorização para eventos de grande escala
  • Restrições em reuniões privadas
  • Isolamento e exigência de uso de máscaras são exigidos em algumas situações até 31.03
  • Pessoas que testaram positivo deverão permanecer isoladas
  • Uso de máscaras em transporte público e ambientes hospitalares

Vacinas aceitas para entrar na Suíça

As vacinas aceitas atualmente são aquelas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde: BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac, Sinopharm e Serum Institute of India.

  • Pfizer/Pfizer/BioNTech (BNT162b2 / Comirnaty/ Tozinameran)
  • Moderna (mRNA-1273 / Spikevax / COVID-19 vaccine Moderna)
  • AstraZeneca (AZD1222 Vaxzevria/ Covishiel)
  • Janssen / Johnson & Johnson (Ad26.COV2.S)
  • Sinopharm / BIBP (SARS-CoV-2 Vaccine (Vero Cell))
  • Sinovac (CoronaVac)

Tudo sobre viagem à Suíça

  • Após a segunda dose da vacina é permitida a entrada no país no mesmo dia. Os imunizados com a vacina do laboratório Janssen precisam aguardar 22 dias após a data da vacinação para embarcar
  • Necessário que a última dose da vacina (ou dose única) tenha sido nos últimos 270 dias (aproximadamente 9 meses). Vacinas mistas são permitidas como por exemplo: 1ª dose de AstraZeneca e 2ª dose com Pfizer
  • Em 21 de março de 2022, a Suíça passa a aceitar certificado de recuperação Covid: teste PCR ou antígeno positivo válidos entre o 11o dia e o 180 o da data de realização do teste
  • Caso o viajante tenha a intenção de seguir a partir da Suíça para outros países, serão válidas as regras do país de destino
  • Crianças até 16 anos acompanhadas pelos pais são isentas de comprovação de vacinação
  • Passageiros entre 16 e 18 anos não precisam apresentar o certificado de imunização, somente teste PCR negativo válido dentro das 72 horas. Menores de 18 anos não vacinados ainda não estão autorizados a entrar no país desacompanhados
  • Para passageiros em trânsito/ conexão é necessário verificar as regras com a cia aérea
  • Para entrada no país: para a comprovação de vacinados brasileiros, basta apresentar o comprovante de vacinação juntamente com o passaporte. Necessário conter as informações: nome, data de nascimento, data da vacina, nome da vacina administrada e nome e endereço do local de vacinação. O Turismo da Suíça orienta emitir o comprovante de vacinação na plataforma ConecteSUS
  • Para retornar ao Brasil é necessário sempre apresentar o teste PCR negativo emitido em menos de 72 horas ou antígeno em menos de 24 horas

Leia também

Zona do Euro enfrenta custo de 2% do PIB com guerra, diz UBS

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.