PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Brasil

AGORA: Desemprego recua para 11,2% no Brasil, menor taxa para janeiro desde 2016

População desocupada foi de 12 milhões de pessoas, queda de 6,6% na mesma comparação, o que representa uma redução de 858 mil pessoas

Atividades de serviços também registraram crescimento no trimestre, influenciando o resultado da pesquisa
18 de Março, 2022 | 09:25 am
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg Línea — Dados divulgados nesta sexta-feira (18) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que a taxa de desemprego no Brasil recuou para 11,2% no trimestre encerrado em janeiro de 2022. No trimestre anterior, a taxa de desemprego era de 12,1%.

  • Segundo o dado oficial do governo, que 12 milhões de trabalhadores estavam desocupados, queda de 6,6% na mesma comparação, o que representa uma redução de 858 mil pessoas.
  • No confronto com o mesmo período do ano anterior, a queda no percentual de desocupados é de 18,3%, o que representa 2,7 milhões de pessoas a menos em busca de trabalho.

A pesquisa também mostra que aproximadamente 95,4 milhões de pessoas estavam ocupadas, uma alta de 1,6%. Já o nível da ocupação (percentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar) foi estimado em 55,3%, mais 0,7 ponto percentual frente ao trimestre anterior.

PUBLICIDADE

Atividades com maior desemprego

Com exceção dos segmentos de transporte, correio e armazenagem e do setor dos serviços domésticos, as atividades de serviços também registraram crescimento no trimestre, influenciando o resultado da pesquisa.

O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado (exceto trabalhadores domésticos) foi de 34,6 milhões de pessoas, uma alta de 2% contra o trimestre anterior, o que representa mais 681 mil pessoas com emprego que garante os direitos trabalhistas.

Leia também:

PUBLICIDADE

Como os influenciadores ganham dinheiro no TikTok?

Rock in Rio abre pré-venda; veja outros festivais de música do Brasil em 2022

Ana Siedschlag

Ana Carolina Siedschlag

Editora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero e especializada em finanças e investimentos. Passou pelas redações da Forbes Brasil, Bloomberg Brasil e Investing.com.