PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Rússia fecha espaço aéreo para aviões de 36 países após sançoes

A medida inclui uma ampla faixa territorial e bloqueia uma rota importante para viagens entre a Europa e países asiáticos como China, Japão e Coréia do Sul

Rússia fecha espaço aéreo para aviões de 36 países após sançoes
Por Bloomberg News
28 de Fevereiro, 2022 | 11:17 am
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — A Rússia proibiu o trânsito de aviões de 36 países em seu espaço aéreo, incluindo todos os membros da União Europeia, em resposta às sanções implementadas pelo bloco após a invasão da Ucrânia.

A medida, anunciada nesta segunda-feira em Moscou, inclui uma ampla faixa territorial e bloqueia uma rota importante para viagens entre a Europa e países asiáticos como China, Japão e Coréia do Sul, prejudicando companhias aéreas como Air France-KLM e Deutsche Lufthansa.AG.

PUBLICIDADE

A lista inclui o Reino Unido, que já havia sido banido na semana passada depois que a Grã-Bretanha se tornou a primeira grande nação a proibir a Aeroflot e outras companhias aéreas russas de voarem ao país.

A lista não inclui os Estados Unidos.

A Rússia já havia restringido vários países individualmente. A UE proibiu voos russos em seu espaço aéreo no fim de semana.

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE