PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Quais sanções os EUA e o Reino Unido impuseram à Rússia?

Nesta quinta-feira, Joe Biden e Boris Johnson anunciaram novas sanções à Rússia por invasão na Ucrânia; confira as medidas

País divulgou a maior lista de sanções a país de Putin em retaliação à invasão da Ucrânia
Por Alex Morales , Kitty Donaldson e Christopher Condon
24 de Fevereiro, 2022 | 09:37 pm
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — Os Estados Unidos e o Reino Unido impuseram à Rússia mais sanções depois que o presidente Vladimir Putin invadiu a Ucrânia. A União Europeia anunciará sua decisão posteriormente. As medidas foram tomadas em meio a temores de que Kiev caia em algumas horas.

Estados Unidos

O Tesouro disse que visaria “quase 80% de todos os ativos bancários na Rússia”.

  • Visar as duas maiores instituições financeiras da Rússia: o Public Joint Stock Company Sberbank e o VTB Bank Public Joint Stock Company.
  • “Sanções de bloqueio” para três outros bancos russos: Otkritie, Novikom e Sovcom.
  • Proibições de dívida e patrimônio contra grandes entidades estatais e privadas.
  • Novas ações contra russos próximos de Putin e parte da elite russa:
    • Alexander Aleksandrovich Vedyakhin, primeiro vice-presidente do Sberbank
    • Andrey Sergeyevich Puchkov e Yuriy Alekseyevich Soloviev: dois executivos de alto escalão do VTB
  • A Casa Branca deixou claro que tentaria evitar que os preços do petróleo subissem ao liberar reservas de emergência com parceiros internacionais e ao evitar sanções a transações de energia.

O presidente Joe Biden, em seu discurso à nação, diz que cortar o acesso da Rússia à tecnologia Swift “é sempre uma opção, mas no momento essa não é a posição que o resto da Europa deseja adotar”.

Reino Unido

O primeiro-ministro Boris Johnson revelou a maior lista de sanções do Reino Unido contra a Rússia, visando os bancos, bilionários e a transportadora aérea nacional do país em resposta à invasão da Ucrânia.

PUBLICIDADE
  • Congelamento de ativos contra todos os principais bancos russos, incluindo um congelamento imediato na quinta-feira contra o VTB, o segundo maior banco da Rússia.
  • Legislação para impedir que todas as grandes empresas russas obtenham financiamento nos mercados do Reino Unido e também para proibir o estado russo de levantar dívida soberana nos mercados do Reino Unido. A nova lei entrará em vigor na próxima terça-feira (1).
  • Sanções a mais de 100 indivíduos, entidades e suas subsidiárias, incluindo a Rostec, maior empresa de defesa da Rússia. Os indivíduos incluem:
    • Kirill Shamalov, o bilionário mais jovem da Rússia e ex-genro de Putin
    • Petr Fradkov, chefe do Promsvyazbank (já sancionado) e filho do ex-chefe do FSB
    • Denis Bortnikov, vice-presidente do VTB
    • Yury Slyusar, diretor da United Aircraft
    • Elena Georgieva, presidente do conselho do Novicom Bank
  • Proibição iminente do pouso de aviões da Aeroflot no Reino Unido.
  • Proibição imediata de todas as exportações de bens que possam ter uso militar, como componentes elétricos e peças de caminhões.
  • Legislação para proibir uma série de exportações de alta tecnologia, como semicondutores e peças de aeronaves, bem como bens para as indústrias extrativas, como equipamentos de refinaria de petróleo, a ser promulgada em questão de dias.
  • Limitação de depósitos de cidadãos russos em contas bancárias do Reino Unido a 50 mil libras (US$ 67 mil).
  • Todas as sanções também se aplicam à Bielorrússia.
  • Aceleração da aprovação de um projeto de lei de crimes econômicos para visar dinheiro russo ilícito no Reino Unido.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também