PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Rússia e Bielorrússia manterão exercícios militares próximos à Ucrânia

Governo russo havia informado que retiraria as tropas após fim do treinamento. Joe Biden convocou reunião do Conselho de Segurança Nacional

Rússia e Bielorrússia decidem prorrogar treinamentos na fronteira com a Ucrânia
Por Bloomberg News
20 de Fevereiro, 2022 | 11:32 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Rússia e a Bielorrússia estenderão seus maiores exercícios militares conjuntos em anos, devido à escalada das tensões em Donbas. A informação foi dada pelo Ministério da Defesa da Bielorrússia em comunicado no Telegram. A agência de notícias russa TASS, também informou a extensão dos exercícios.

Anteriormente, a Rússia havia dito que devolveria as tropas às suas bases, após os exercícios de treinamento, que estavam programados para terminar no domingo (20). Os aliados vêm realizando os exercícios desde 10 de fevereiro, próximo da fronteira com a Ucrânia, e também da Polônia e Lituânia, ambos membros da Otan.

O presidente Joe Biden convocou uma reunião do Conselho de Segurança Nacional para tratar sobre a Ucrânia para hoje (20/02). Com as tensões aumentando sobre o acúmulo militar da Rússia perto da Ucrânia, monitores do cessar-fogo ao longo da linha que divide as forças do governo ucraniano e separatistas apoiados pela Rússia relataram um aumento nas violações.

Os países europeus intensificaram os alertas, pedindo aos cidadãos que deixem a Ucrânia. Os presidentes Emmanuel Macron e Vladimir Putin devem conversar ainda no domingo. A Rússia negou repetidamente que planeja uma invasão da Ucrânia e chama essas alegações de propaganda e “histeria”.

PUBLICIDADE

Leia mais em Bloomberg.com

Leia também