Negócios

Hershey aumenta capacidade mas ainda não consegue atender à demanda

“Estamos fazendo todo o possível para otimizar o espaço que temos e expandir as máquinas em todos os espaços disponíveis.”

Apetite voraz do consumidor
Por Deena Shanker
03 de Fevereiro, 2022 | 05:36 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Hershey atingiu níveis recordes de produção em 2021, ao adicionar mais capacidade, mas ainda assim não conseguiu suprir o apetite insaciável do mundo por seus doces e salgadinhos.

“Ainda estamos correndo atrás de alcançar a demanda do consumidor”, disse o diretor financeiro, Steve Voskuil, em entrevista. “Estamos fazendo todo o possível para otimizar o espaço que temos e expandir as máquinas em todos os espaços disponíveis.”

A empresa adicionou quatro novas linhas de fabricação em 2021 e mais linhas estão previstas para 2022, disse ele. Faz parte de uma “abordagem com eficiência de capital” que usa todo o espaço disponível antes de agregar mais. “Em alguns casos, podemos mudar o layout das máquinas para tentar espremer mais capacidade”, disse ele.

Mas essa abordagem pode estar atingindo seu limite. “Estamos com o espaço já bem ocupado agora, então certamente, ao final de 2021, não havia nenhum espaço não utilizado”, disse ele.

PUBLICIDADE

Com a pandemia mantendo os consumidores em casa, a Hershey recebeu um impulso vindo de mudanças de comportamento, como mais reuniões e festas em casa de feriados sazonais. Voskuil diz que essas mudanças se enraízam e, por isso, espera que continuem em 2022.

A Hershey divulgou na quinta-feira (3) lucros do quarto trimestre, que superaram as estimativas dos analistas.

– Esta notícia foi traduzida por Marcelle Castro, Localization Specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE