Saúde

Covid: África precisa de US$ 1,29 bi para vacinas, segundo OMS

Apenas 11% da população do continente está completamente imunizada; é necessário agilizar a cadeia de distribuição

OMS afirmou que a subvariante BA.2 foi detectada em cinco países africanos, e a subvariante BA.3 foi encontrada em três
Por Anthony Sguazzin
03 de Fevereiro, 2022 | 11:44 am
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — A África precisa de pelo menos US$ 1,29 bilhão para financiar a administração de vacinas contra a covid-19, disse a Organização Mundial da Saúde, citando dados de 40 dos 54 países do continente.

Apenas 11% do 1,2 bilhão de habitantes do continente estão com o esquema vacinal completo, e a taxa de vacinação semanal deve ser multiplicada por seis para atingir a meta de 70% da população vacinada até meados deste ano, disse a OMS em comunicado nesta quinta-feira (3). Atualmente, seis milhões de africanos são vacinados semanalmente.

Embora o número de vacinas recebidas em janeiro tenha dobrado em relação a seis meses atrás, o desafio agora é administrá-las, disse a OMS.

Uma cadeia de distribuição confiável deve vir acompanhada de financiamento operacional para tirar as doses dos depósitos e fazer com que cheguem aos braços das pessoas”, disse Matshidiso Moeti, diretor regional da OMS para a África, no comunicado.

PUBLICIDADE

O órgão informou também que a subvariante da cepa ômicron conhecida como BA.2 foi detectada em cinco países africanos, enquanto a subvariante BA.3 foi encontrada em três.

--Esta notícia foi traduzida por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE