PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cripto

PayPal prepara sua própria stablecoin

Evidência do projeto foi descoberta pela primeira vez no aplicativo da empresa

Stablecoins são criptomoedas lastreadas e precificadas pelo valor de uma moeda ou mercadoria existente.
Por Mark Gurman e Jenny Surane
07 de Janeiro, 2022 | 10:05 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A PayPal está explorando o lançamento de sua própria stablecoin, de acordo com a empresa, que confirmou o desenvolvimento depois que evidências da mudança foram descobertas dentro de seu aplicativo para iPhone.

PUBLICIDADE

“Estamos explorando uma stablecoin; se e quando efetivarmos, é claro, trabalharemos em estreita colaboração com os reguladores relevantes“, disse Jose Fernandez da Ponte, vice-presidente sênior de moedas cripto e digitais do PayPal, em um comunicado à Bloomberg News. Stablecoins são criptomoedas lastreadas e precificadas pelo valor de uma moeda ou mercadoria existente.

A evidência da criação de uma stablecoin pela empresa foi descoberta pela primeira vez no aplicativo do PayPal, pelo desenvolvedor Steve Moser, e compartilhada com a Bloomberg. O código oculto e as imagens mostram o trabalho no que é apelidado de “moeda do PayPal”. O código indica que tal moeda seria lastreada em dólares americanos.

PUBLICIDADE

Uma porta-voz do PayPal disse que as imagens e o código dentro do aplicativo do PayPal resultaram de um recente hackaton interno - um evento em que engenheiros se unem para explorar e construir rapidamente novos produtos que podem nunca ser lançados ao público - dentro do blockchain da empresa. Isso significa que o logotipo, o nome e as características finais podem mudar na forma de produto público.

O PayPal se envolveu em um grande esforço para o mercado de criptos nos últimos meses, lançando novos recursos para comprar e manter as moedas digitais, bem como a capacidade de pagar as compras usando o dinheiro.

No podcast do Unchained, Fernandez da Ponte disse recentemente que a empresa “ainda não viu um stablecoin feito sob medida para pagamentos”. Para uso do PayPal, um stablecoin precisaria suportar pagamentos em grande escala e ter segurança, disse ele.

“Teria que haver clareza sobre a regulamentação, os marcos regulatórios e o tipo de licenças que são necessárias neste espaço”, disse ele.

O PayPal não é o primeiro gigante da tecnologia a explorar o lançamento de sua própria moeda. A Meta antigo Facebook, tem ajudado a desenvolver uma stablecoin chamada Diem, enquanto a Visa, nos últimos meses, permitiu uma stablecoin lastreada em dólares americanos para fechar uma transação com a rede.

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também