Ômicron: O penetra das festas de fim de ano

Também no Breakfast: Fed sinaliza alta de juro mais cedo e de forma mais rápida e Gigantes tech mantêm apelo entre investidores apesar de dispararem desde 2009

Tempo de leitura: 2 minutos

Bom dia! Hoje é 6 de janeiro de 2022 e este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias do dia

Em meio a um apagão de dados da covid no Brasil desde 7 de dezembro, cientistas do país estão concluindo que está em curso uma explosão de casos da doença, na sequência às festas de fim de ano, a partir de dados de emergências de hospitais, demanda por testes em farmácia e dados colhidos em redes sociais.

PUBLICIDADE
  • A primeira lição que a chegada da ômicron deu no verão brasileiro é que os eventos superdisseminadores da doença não se resumem apenas a mega-aglomerações, como shows ou festas para centenas ou milhares de pessoas, como também eventos menores dentro de uma mesma família ou grupo de amigos que resolveu se reunir para celebrar o Natal ou o Ano Novo.

“Com o aumento da mobilidade de pessoas nesta época do ano e mais flexibilização das medidas de prevenção, a gente pode ter transformado esses eventos menores – uma festa em família, uma ida à praia – em superdisseminadores de uma nova variante que, todos os dados indicam, é mais contagiosa que as anteriores”, disse Isaac Schrartzhaupt, coordenador da Rede de Análise de Dados Covid-19, à Bloomberg Línea.

🟢 O conceito de superespalhador tem ligação com o Princípio de Pareto (em homenagem ao economista italiano Vilfredo Pareto): 80% de todas as consequências vêm de apenas 20% das possíveis causas. Para covid, isso significaria que 80% das novas transmissões são causadas por menos de 20% dos portadores - a grande maioria das pessoas infecta muito poucos ou nenhum, e é uma minoria seleta de indivíduos que estão espalhando agressivamente o vírus.

Ômicron é considerada pelos cientistas a variante mais contagiosadfd

Na trilha dos Mercados

O selloff nos futuros de índices de ações dos Estados Unidos diminuiu e as ações europeias reduziram o declínio, uma vez que os investidores apostaram que o aperto da política do Federal Reserve mais rápido do que o esperado ainda deixará oportunidades para ganhos de ações. Os rendimentos do Tesouro avançavam.

Os ganhos para bancos e montadoras limitavam as perdas do Stoxx 600 da Europa. Os rendimentos dos títulos do governo saltavam desde o Japão até a Alemanha e o Reino Unido. A taxa de juros de 10 anos dos EUA acrescentou três pontos base. O dólar recuava de ganhos anteriores.

Mercadosdfd

🟢 Wall Street ontem: Dow (-1,07%), S&P 500 (-1,94%), Nasdaq (-3,34%)

Os mercados de ações dos EUA aceleraram as perdas após a ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve sinalizar a possibilidade de aumentos de juros mais cedo e de forma mais rápida do que o investidores esperavam.

No radar

  • James Bullard, membro do Fed, fala em uma palestra sobre política monetária
  • PMIs de serviços e composto de dezembro do Japão e Reino Unido de dezembro
  • Inflação ao consumidor (dezembro) e ao produtor (novembro) na zona euro
  • EUA: balança comercial (novembro), pedidos às fábricas, pedidos finais de bens duráveis (novembro), pedidos iniciais de seguro-desemprego

Sexta, 7

  • Outro membro do Fed, Mary Daly, discursa em um evento
  • Produção industrial na Alemanha e na França, IPC flash de dezembro na zona euro, vendas ao varejo na zona do euro (novembro)
  • Taxa de desemprego nos EUA, salário médio por hora, crédito ao consumo (novembro) norte-americano

Sábado, 8

  • Isabel Schnabel, do conselho executivo do BCE, participa de um evento

Destaques da Bloomberg Línea

Também é importante

  • Bitcoin cai para nível mais baixo desde o ‘sell-off’ de dezembro: O Bitcoin caiu para o nível mais baixo desde seu crash repentino de dezembro, à medida que as crescentes expectativas de aumento das taxas de empréstimos pesam sobre alguns dos ativos de melhor desempenho nos últimos anos.
  • ‘Apagão de mão de obra’ preocupa empresas e eleva salário nos EUA: A agência de empregos de Reggie Kaji recebeu um pedido estranho no ano passado: perguntaram se ele poderia encontrar 200 trabalhadores migrantes prontos para pegar um ônibus do Texas para Detroit, onde seriam alojados em hotéis enquanto trabalhariam em uma fábrica que faz portas de carro para três grandes montadoras.
  • Google rivaliza com a Apple ao aprofundar vínculo entre dispositivos: O Google, da Alphabet, usou a conferência anual de tecnologia CES para mostrar os próximos vínculos, agora mais profundos, entre seus dispositivos e prevê suporte para que mais veículos utilizem telefones Android.
  • Djokovic tem entrada negada na Austrália para disputar o primeiro Grand Slam de tênis de 2022: A estrela do tênis será expulsa do país nesta quinta-feira (6) se não apresentar provas suficientes para a falta de vacina contra Covid. A Força de Fronteira Australiana disse que o atleta forneceu provas insuficientes para entrar no país, apesar de ter recebido anteriormente uma isenção médica para jogar o Aberto da Austrália.

Opinião Bloomberg

Com a ômicron sobrecarregando hospitais, devemos falar sobre triagem

Em algum momento depois de se tornar cirurgião-chefe do exército de Napoleão, Dominique Jean Larrey começou a caminhar por campos de batalha encharcados de sangue para selecionar aqueles entre os feridos que ainda poderiam ser salvos, geralmente por amputação instantânea de membros. Com o tempo, ele desenvolveu um sistema de classificação e separação - trier em francês - das vítimas. Ignorando patente e nacionalidade, ele considerou apenas aqueles que tinham a maior chance de sobreviver. Seu método ficou conhecido como triagem.

Pra não ficar de fora

Os irmãos Joe e Anthony Russo, fundadores da AGBOdfd

A fabricante de videogames Nexon Co. comprou uma participação minoritária de US$ 400 milhões na AGBO, a produtora de filmes independente cofundada pelos diretores dos “Vingadores” Joe e Anthony Russo. O negócio permite que ambas as partes desenvolvam jogos e filmes baseados em novos propriedades de entretenimento.

O investimento dará à Nexon, com sede em Tóquio, pelo menos 38% das ações da produtora com sede em Los Angeles, avaliando-a em US$ 1,1 bilhão, de acordo com um comunicado nesta quarta-feira. A AGBO pode buscar US$ 100 milhões adicionais da Nexon no primeiro semestre deste ano.

A consolidação mundial de empresas independentes de televisão e produção de filmes aumentou no ano passado, à medida que as companhias de streaming pressionam por mais conteúdo e os criadores buscam financiamento para novos projetos.

Quer receber o Breakfast por e-mail? Registre-se gratuitamente no nosso site. E aqui você encontra as edições anteriores de nossa newsletter.

Por hoje é só. Bom dia!