Viagens

Vai viajar de avião para outro país? Veja como não enlouquecer

Agora que as fronteiras estão reabrindo, estamos todos muito ansiosos para viajar; confira dicas para minimizar transtornos

Veja como contornar os principais desafios de uma viagem
Por Mark Ellwood
12 de Dezembro, 2021 | 12:25 pm
Tempo de leitura: 5 minutos

Bloomberg — A fotógrafa de moda australiana Bridget Fleming já trabalhou em todo o mundo, em lugares como Islândia, Fiji, Marrocos e Peru, fotografando para marcas como Net-a-Porter e Abercrombie & Fitch, bem como para várias edições internacionais da revista Vogue.

Fleming geralmente voa com a Delta (se puder) e carrega vários cartões de crédito American Express em parceria com a companhia aérea para ter certeza de que está ganhando pontos e maximizando seu status. Cada um deles oferece um bônus anual por ano atrelada a uma certa quantia de gastos; ela usa um até atingir o limite que o aciona. “Então eu o guardo até o ano seguinte e pego outro”, ela ri (não é que sua programação normal antes da pandemia colocasse em risco seu status de primeiro nível; ela registrou cerca de 228 mil milhas em 2019).

Embora Fleming tenha continuado a viajar durante a pandemia, ela sempre leva máscaras em todas as suas bolsas para que nenhuma se perca. “Estou sempre cheia de sacolas, então sempre há uma máscara no meu bolso, só para garantir”, ela diz, " descartável ou não, tanto faz. Todos os meus bolsos têm alguma coisa”.

Ela mora no Brooklyn, em Nova York, com seu parceiro, o fotógrafo Hans Neumann. No entanto, passarão mais tempo na Itália, onde a dupla está preparando seu primeiro projeto de hospitalidade: Masseria Madre, que será inaugurada no início de 2022, fica perto da cidade de Ostuni, na região da Apúlia, e situada em pouco mais de sete hectares de um pomar perene de oliveiras.

PUBLICIDADE

Veja os truques de viagem de Fleming:

Se você visita frequentemente determinados locais, esta única dica vai manter sua sanidade

Eu deixo um monte de itens de viagem essenciais – literalmente – em bolsas “para viagem” organizadas por continente e/ou país onde eu fotografo com frequência. Essas bolsas ficam no meu escritório; é só pegar e viajar. Eu coloco moedas locais (cédulas e trocados), adaptadores, números de motoristas locais, bilhetes de metrô e às vezes o endereço de um restaurante que gostei na última viagem. Eu coloco essas bolsas na minha bagagem de mão e estou pronta para viajar.

Sempre verifique se o assento é onde você quer

Pessoalmente, gosto de olhar pela janela, porque gosto de ver para onde estou indo e quando estou pousando. Em mais de uma ocasião, acabei ficando um assento que não tinha janela (apesar de ser caracterizado como um assento na janela) e fiquei um pouco chateada porque era um voo mais longo. Esse problema parece afetar [principalmente] os voos dentro dos Estados Unidos em jatos de médio porte. Por isso, sempre procuro artigos sobre a configuração das aeronaves que trazem alguns avisos sobre assentos na janela que, na verdade, não têm janela. Se você é um passageiro ávido por assentos na janela, vale a pena verificar a configuração dos assentos do seu avião on-line (o site SeatGuru é um ótimo recurso). Nem todos os assentos na janela são iguais.

É importante verificar se a posição do assento fica onde você preferedfd

Você pode descobrir um novo destino favorito em uma viagem a trabalho

Fui para o Alasca a trabalho [no ano passado] e acabamos chegando a Talkeetna, uma pequena cidade muito bonita que é como o Woodstock do Alasca. E é o ponto de partida para quem vai até o Monte Denali. Eu uso o Talkeetna Air Taxi, que tem um histórico de segurança impecável. Sua sede fica em Talkeetna, onde também fica a Denali Brewing – vale uma visita para tomar uma cervejinha. Meu alojamento favorito é aquele em que ficam os alpinistas, Swiss Alaska, que não é muito “requintado”. Existem vários imóveis do Airbnb disponíveis com um pouco mais de elegância, como o Belle’s Cabin.

PUBLICIDADE

Se o orçamento não for um problema e você quiser chegar ao Denali, experimente o Sheldon Chalet, situado no meio do parque nacional, acessível apenas por helicóptero. A paisagem do Alasca é verdadeiramente fenomenal. Vá na baixa estação – como junho, quando você não precisará lutar contra as mesmas multidões de julho ou agosto para conseguir reservas. Além disso, todos ficam mais relaxados, muito mais amigáveis e acolhedores.

Duas maneiras astutas de contornar as restrições de bagagem de mão das companhias aéreas de baixo custo

Na Europa, as restrições são para peso e tamanho, e você precisa colocar [sua bagagem] em um compartimento que mede seu tamanho – então eles são bastante rigorosos. Então, geralmente visto um casaco muito espaçoso quando viajo, com muitos bolsos, nos quais posso esconder algumas coisinhas – não quando você passar pela segurança, claro, mas quando está no check-in ou no portão. Eu busco usar um casaco mais leve, com bolsos internos e externos, e mais largo. Tem um pouco de espaço extra no bolso, talvez caiba uma das minhas lentes de cada lado. Também me certifico de que minhas bolsas sejam como bonecas russas pelo mesmo motivo – uma bolsa dentro de outra. Se precisar despachar sua bagagem de mão, você pode ficar com seus pertences mais valiosos nessa bolsa extra.

Tem alguma coisa que você queria muito comprar no seu país mas não conseguiu? Tente uma boutique de outro país

Se quiser aquela bolsa maravilhosa que esgotou em todas as lojas, tente visitar uma boutique multimarcas em algum lugar como as ilhas gregas ou a Costa Amalfitana. Você sabe, aqueles lugares não muito requintados, destinos de férias de alto tráfego que podem não ter uma butique autônoma real para uma só marca, mas [podem] vender várias em um só lugar. Isso aconteceu comigo em Santorini. Você também pode ter sorte e encontrar um sapato ou bolsa que está esgotada em outras grandes boutiques da cidade na loja Love Me Santorini. É bem gostoso comprar um mimo pra si mesmo.

Tenha uma mala discreta e fácil de manejar

Eu não viajo com malas da Rimowa – a marca traz modelos lindos e elegantes, mas acredito que nos torna um alvo [para roubos]. Há alguns anos, troquei minha bagagem de mão por uma Travelpro 21, a marca favorita dos funcionários das companhias aéreas. Não é a mais bonita, mas a bagagem de mão de quatro rodas continuam andando em linha reta ao seu lado com algum impulso – sem você precisar usar as mãos – enquanto você envia as últimas mensagens urgentes ao se aproximar do seu portão. A mala também sinaliza para a equipe do portão que caberá em qualquer compartimento superior, portanto, seus bens valiosos não serão despachados no portão.

Nunca economize em uma passagem de uma companhia aérea de baixo custo

Vale a pena gastar um pouco mais para embarcar primeiro quando você viajar por uma companhia como a EasyJet ou a Ryanair. Lembre-se de que você está viajando com uma companhia aérea de baixo custo, então há um pouco de dificuldade enquanto todos tentam embarcar o mais rápido possível. Portanto, se você tem a opção de chegar lá antes de todos, relaxe e não tenha problemas ou aborrecimentos com o que estiver levando. Costuma ser um valor baixo por uma boa vantagem. Você pode compensar o valor abrindo mão daquele drinque extra no restaurante.

Mas não seja muito sovina; vale a pena pagar um pouco a mais por certos benefíciosdfd

Mesmo que você não tenha direito a uma indenização por nenhum problema relacionado ao voo, sempre vale a pena perguntar

Tivemos um problema em que tivemos um atraso de seis horas. Então, eu e as três pessoas que estavam viajando comigo recebemos apenas a cortesia de 15 mil milhas da Delta cada um. Ligue e pergunte. Quando aterrissamos, eu liguei para eles. Lembre-se de ser educado e explicar a situação. As companhias aéreas são bastante receptivas para manter os viajantes felizes (e dispostos a voar com ela com frequência). Faça isso na corrida de Uber até o hotel. Por que não tentar receber algumas milhas extras durante a viagem?

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE