PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Grupo Fleury adquire laboratório tradicional em Pernambuco

Companhia anuncia a compra do Laboratório Marcelo Magalhães e reforça presença no Nordeste

Grupo Fleury diz que o múltiplo implícito estimado para a transação é de 7,5x EV/EBITDA para o ano de 2024
18 de Outubro, 2021 | 10:32 am
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — O Grupo Fleury anunciou, nesta segunda-feira (18), a aquisição do Laboratório Marcelo Magalhães, referência em medicina diagnóstica e análises clínicas em Pernambuco. O valor de avaliação dos ativos é de R$ 384,5 milhões.

Veja mais: Hapvida e Kora aceleram onda de M&A da saúde; veja quem comprou quem

“Esta aquisição reforça a estratégia de aceleração de crescimento da companhia, expandindo sua presença no Estado de Pernambuco e aumentando a capilaridade para 31 unidades de atendimento na região metropolitana de Recife, onde a empresa já atua com exames de análises clínicas e imagem, por meio das marcas a+ Medicina Diagnóstica e Diagmax”, destacou o Grupo Fleury, em fato relevante.

A companhia acrescentou que o Laboratório Marcelo Magalhães possui 13 unidades de atendimento e de serviço de atendimento domiciliar na Grande Recife, com receita bruta de R$ 114 milhões em 12 meses encerrados em 31 de julho deste ano

PUBLICIDADE

“A expansão do Grupo Fleury em Pernambuco, com marcas reconhecidas, fortalece o posicionamento de oferta de soluções integradas de cuidado à saúde de seus clientes”, diz a companhia.

Considerando as sinergias a serem capturadas após a conclusão do negócio, o Grupo Fleury diz que o múltiplo implícito estimado para a transação é de 7,5x EV/EBITDA para o ano de 2024. A marca Laboratório Marcelo Magalhães, pertencente a quatro famílias ligadas à atividade médica, será mantida.

A companhia vai convocar ainda uma Assembleia Geral de Acionistas para seus acionistas ratificarem a transação, que depende de aprovação pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

No mês passado, em entrevista à Bloomberg Línea, a CEO do Grupo Fleury, Jeane Tsutsui, disse que 12 aquisições foram realizadas em cinco anos e que avaliava oportunidades. Antes do negócio anunciado hoje, a companhia havia concluído a compra dos laboratórios capixabas Pretti e Bioquímico.

PUBLICIDADE

Nos últimos cinco anos, o Grupo Fleury adquiriu, no Nordeste, as marcas Diagmax em Pernambuco, Inlab no Maranhão, Centro de Patologia Clínica (CPC) e Instituto de Radiologia (IR), ambos no Rio Grande do Norte. Juntas, essas empresas adicionaram 37 unidades de atendimento e mais de R$ 150 milhões em receita por ano.

O Fleury já demonstrou interesse em adquirir a empresa de diagnósticos médicos Alliar, que também é alvo da Rede D’Or.

Leia também

Vale fecha acordo com siderúrgica chinesa para reduzir emissões

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.