Negócios

Dimensional converte US$ 8 bilhões em ativos em ETFs

Empresa fundada por David Booth agora ostenta nove ETFs no valor de cerca de US$ 40 bilhões, de acordo com dados compilados pela Bloomberg

Fundador da Dimensional
Por Katie Greifeld
13 de Setembro, 2021 | 03:47 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Dimensional Fund Advisors converteu mais dois fundos mútuos de renda variável em veículos negociados em bolsa, aumentando ainda mais o peso da gigante de investimento quantitativo no mercado de US$ 6,8 trilhões.

O Tax Managed DFA International Value Portfolio da empresa com sede em Austin, Texas e seu T.A. World ex U.S. Core Equity Portfolio são agora o ETF Dimensional International Value (DFIV) e ETF Dimensional World ex U.S. Core Equity 2 (DFAX), respectivamente, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira (13).

A mudança adiciona mais dois fundos e cerca de US$ 8,1 bilhões em ativos ao conjunto de ETFs da Dimensional. A empresa fundada por David Booth agora ostenta nove ETFs no valor de cerca de US$ 40 bilhões, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

Dois ETFs entram na lista da Dimensionaldfd

Em junho, a Dimensional se tornou a segunda emissora dos EUA a realizar uma conversão, transformando US$ 29 bilhões em fundos mútuos em ETFs, em um recorde do setor. A gestora de ativos - que administra US$ 660 bilhões - tem focado no universo de ETFs desde o lançamento de seus primeiros produtos em novembro passado, alardeando as vantagens fiscais da estrutura e demanda de clientes.

PUBLICIDADE

Analistas do Citigroup disseram em previsão de junho que as conversões da Dimensional seriam um entre vários fatores por trás de uma transição de US$ 21 trilhões de fundos mútuos em ETFs na próxima década. A Bloomberg Intelligence espera US$ 1 trilhão de tais conversões nos próximos 10 anos.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Circulação mostra sinais de recuperação em agosto e ajuda varejo, diz Goldman Sachs

PUBLICIDADE

Petrobras sofre ofensiva judicial de 12 estados e DF sobre alta da gasolina

Commodities retomam rali e pressionam bancos centrais

PUBLICIDADE