Internacional

Ex-presidente do BCE destaca divergência de cenário nos EUA e UE

Trichet não acredita que as autoridades europeias seguirão o caminho do Fed, que planeja começar a reduzir o estímulo este ano

Trichet diz que Europa tem mais flexibilidade do que EUA na redução do estímulo
Por Carolynn Look
08 de Setembro, 2021 | 08:39 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Com tendências divergentes da inflação, o Banco Central Europeu não está na mesma posição que o Federal Reserve quando se trata de reverter o suporte monetário, de acordo com o ex-presidente do BCE Jean-Claude Trichet.

O francês, que comandou a instituição de 2003 a 2011, vê chances de o Conselho do BCE desacelerar a compra de títulos de emergência para os níveis observados no início da crise durante a reunião programada para quinta-feira. Mas Trichet não acredita que as autoridades seguirão o caminho do Fed, que planeja começar a reduzir o estímulo este ano.

“Estamos em um universo diferente, me parece, nos Estados Unidos e na Europa”, disse Trichet em entrevista à Bloomberg Television. “Nos Estados Unidos, havia o compromisso de comprar exatamente a mesma quantidade todos os meses, e esse é um compromisso claro”, disse Trichet, acrescentando que a redução do estímulo, nesse caso, significa algo. “Na Europa, existe flexibilidade.”

Veja mais: Mercados de títulos globais sob pressão em meio à abundância de ofertas

PUBLICIDADE

Trichet alertou que as pressões inflacionárias nas duas regiões não podem ser comparadas, em particular quando se olha para indicadores que eliminam o efeito dos voláteis preços da energia e dos alimentos. No entanto, autoridades do BCE têm debatido publicamente se o cenário mais positivo justificaria uma discussão sobre quando encerrar o suporte extraordinário para a crise.

“Na Europa, ainda não atingimos um núcleo da inflação em um nível que seria alarmante em minha leitura”, disse Trichet. “Qualquer que seja a decisão que tomem, o que nos alegra é que a economia europeia está crescendo mais rápido do que o previsto.”

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Negociação para precatório com STF fica quase impossível

Montadoras temem impacto da instabilidade institucional no Brasil nas vendas de veículos

O argumento contra rastrear o celular dos seus filhos: Parmy Olson

PUBLICIDADE