Negócios

Após perder 70% do valor desde IPO, Mosaico troca CEO

Dona do Buscapé e Zoom escolhe Mauricio Cascão (ex-Mandic e ex-TIM) para comandar a companhia, cuja ação derreteu desde a abertura de capital em fevereiro

Mauricio Cascão (ex-Mandic e ex-TIM) chega com a missão de recuperar valor da Mosaico, que chegou a ser negociada a R$ 39 na estreia na Bolsa e despencou para menos de R$ 10
27 de Agosto, 2021 | 07:50 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — Após perder mais de 70% de seu valor desde a estreia de sua ação na B3 no dia 5 de fevereiro, a Mosaico, dona das marcas Buscapé e Zoom, anunciou, nesta sexta-feira (27), mudança de CEO. Mauricio Cascão vai assumir o cargo em substituição a Thiago Flores, que passa a ocupar um assento no conselho de administração como observador.

Veja mais: Sete de doze ações de ‘tech’ valem menos que no IPO

Segundo levantamento do buscador online Yubb, a Mosaico teve o pior IPO do ano, com uma desvalorização que chegou a alcançar 70,33% até o último dia 19. O papel (MOSI3), que no primeiro dia de negociação na Bolsa fechou a R$ 39, chegou a cravar uma mínima de R$ 9,51. A ação recuperou 8,03% nesta semana e fechou hoje em alta de 0,64%, cotada a R$ 12,50, ainda bem abaixo dos R$ 19,80 que o investidor pagou na oferta inicial de ações.

Segundo comunicado da Mosaico, Cascão tem mais de 23 anos de experiência no setor de TI e telecom. Foi CIO (chief information officer) da TIM e acumula passagens por empresas como HP e AT&T. Nos últimos nove anos, empreendeu como sócio e CEO da Mandic. O executivo é formado em Sistemas de Comunicação pela École Pytechnique Fédérale, de Lausanne (Suíça), mestrado em Redes pela Universidade de Nice (França) e MBA em Finanças pela Universidade de Ohio (Estados Unidos).

PUBLICIDADE

Veja mais: Dona da Mandic, Claranet pede registro de IPO na CVM

Logo após o IPO, em fevereiro deste ano, decidimos em conjunto com o próprio Flores que era o momento de buscar um novo CEO e iniciamos a procura de um profissional no mercado com forte experiência em gestão e foco na execução”, disse Guilherme Pacheco, fundador e presidente do conselho de administração da Mosaico.

“O Cascão terá a missão de olhar para a operação, enquanto os fundadores seguem focados na expansão, por meio do desenvolvimento de novos produtos, parcerias e aquisições. O que será essencial para acelerar ainda mais nossa estratégia de crescimento”, acrescentou.

Fundado em 1999, o Buscapé faz parte da Mosaico e funciona como um assistente de compras online. “A Mosaico é a maior plataforma de conteúdo e originação de vendas para comércio eletrônico no Brasil. Suas marcas Buscapé e Zoom ajudam mensalmente mais de 20 milhões de consumidores em sua jornada de compra online do início ao fim”, se apresenta a companhia.

PUBLICIDADE

IPOs de 2021 com variação negativa (até dia 19)

1- Mosaico (-70,33%)

2- OceanPact (-66,01%)

3- Mobly (-53,03%)

4- Westwing (-38,49%)

5- TC (-38,49%)

PUBLICIDADE

6- AgroGalaxy (-34,27%)

7- Multilaser (33,82%)

8- HBR Realty (-29,68%)

9- GetNinjas (-28,68%)

PUBLICIDADE

10- Dotz (-25,91%)

11- Cruzeiro do Sul (-24,11%)

12- CSN Mineração (-22,33%)

13- Banco Modal (-20,75%)

PUBLICIDADE

14- Espaço Laser (-18,11%)

15- Oncoclínicas (-18,97%)

PUBLICIDADE

16- 3Tentos (-15,70%)

17- Focus Energia (-13,87%)

18- CBA (-12,11%)

PUBLICIDADE

19- Smart Fit (-10,81%)

20- Brisanet (-10,48%)

21- Armac (-8,48%)

PUBLICIDADE

22- Desktop (-8,04%)

23- Bemobi (-5,79%)

24- Raízen (-4,28%)

PUBLICIDADE

25- Eletromidia (-4%)

26- Jalles Machado (-1%)

Leia também

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.