PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Estilo de vida

Caminhão compacto Maverick atrai 100.000 reservas nos Estados Unidos

A Ford está fazendo uma oferta para compradores que buscam importações mais acessíveis com o modelo, que tem preço inicial de menos de US$ 20.000

Economia de combustível e tamanho modesto têm sido atrativos
Por Keith Naughton
23 de Agosto, 2021 | 03:26 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — O novo caminhão pequeno da Ford Motor, o Maverick, está gerando um grande interesse inicial, com reservas chegando a 100.000 e com demanda vindo da Califórnia, região que normalmente prefere veículos importados.

As reservas não são vinculativas e não exigem depósito, mas a Ford está confiante de que elas serão convertidas em pedidos, como ocorreu com um sistema semelhante criado para aumentar o interesse pelo Mustang elétrico Mach-E e o SUV Bronco.

PUBLICIDADE

“Isso realmente superou nossas expectativas”, disse Todd Eckert, gerente de marketing de caminhões da Ford em uma entrevista. “Este é o passo inicial, há ressalvas. Mas achamos que é um presságio extremamente bom. ”

Veja mais: Ford, Lyft e Argo vão lançar serviço de táxis-robôs nos EUA

Ford está fazendo uma oferta para compradores que buscam importações mais acessíveis com o Maverick, que tem preço inicial de menos de US$ 20.000 e alcança 40 milhas por galão com a versão padrão híbrida elétrica-gasolina. A picape compacta é apenas 15 centímetros mais comprida do que um sedã Toyota Camry. Representa um novo esforço para alcançar consumidores preocupados com o preço depois que a montadora abandonou o Ford Focus e saiu da venda lenta de sedans nos EUA.

PUBLICIDADE

Até agora, a Ford diz que a maioria das reservas vem de Los Angeles, onde o Tacoma, picape de médio porte da Toyota domina o mercado. San Francisco ocupa o terceiro lugar na lista de reservas do Maverick, atrás de Orlando, na Flórida, e logo à frente de Houston.

O veículo, que está sendo fabricado no México, estará oficialmente à venda neste outono.

Michael Meadors, 30, de Costa Mesa, na Califórnia, já converteu sua reserva em um pedido de um Maverick preto com um preço de etiqueta de US$ 22.030, depois de adicionar algumas atualizações de tecnologia voltadas para a segurança. Com uma viagem de ida e volta de quase 80 quilômetros até seu trabalho na área de recursos humanos em Los Angeles, Meadors disse que foi atraído pela economia de combustível e pelo tamanho modesto do caminhão.

“Não é muito maior do que o Ford Fusion que estou dirigindo”, disse Meadors. “Portanto, deve ser muito fácil perambular no trânsito intenso no sul da Califórnia e encontrar estacionamento.”

Este é o primeiro caminhão e veículo novo de Meadors. Em linha com a onda crescente de compradores de picapes, ele não precisa de um caminhão para trabalhar, mas vê vantagens em ter uma caçamba para transportar as coisas.

“Você não precisa trabalhar na construção para colher os benefícios”, disse ele. “Você pode estar levando plantas e ensacando terra, ou alguns itens grandes da Costco ou mesmo cadeiras de praia de areia que você não quer colocar dentro da cabana.”

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Brasil faz primeira exportação de etanol usando sistema de dutos

GM e LG discutem quem paga US$ 1 bi após baterias pegarem fogo

Quem são e o que pensam os líderes em criptomoedas da América Latina em 2021

PUBLICIDADE