Da bateria de balanços ao conflitos no Mar Vermelho: os eventos que movem os mercados

A agenda de balanços contém nomes como da Microsoft, Netflix e J&J; o mercado também acompanha os novos ataques dos EUA e do Reino Unido contra alvos Houthi

Estes são os eventos que orientam os investidores e movem os mercados hoje
23 de Janeiro, 2024 | 06:13 AM

Barcelona, Espanha — Os investidores analisam uma bateria de resultados empresariais, em busca de sinais sobre a condição da economia global e as pressões na cadeia de suprimentos. Também estarão atentos à progressão dos conflitos no Mar Vermelho e às primárias republicanas en New Hampshire, fatores que podem adicionar algo de volatilidade às negociações.

Assine a newsletter matinal Breakfast, uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque em negócios e finanças no Brasil e no mundo.

💱 Suspense renovado. O Banco do Japão (BoJ) decidiu manter sua taxa de juros negativa por enquanto, embora tenha sinalizado maior confiança em atingir sua meta de inflação de 2%. Seguem intactas a taxa de curto prazo de -0,1% e os parâmetros de controle da curva de rendimentos. O BoJ reduziu sua previsão de inflação para o ano fiscal que começa em abril para +2,4%, ante +2,8%, devido às recentes quedas nos preços do petróleo.

💊 Compra estratégica. A Sanofi concordou em comprar a empresa americana de biotecnologia Inhibrx por até US$ 2,2 bilhões, fortalecendo seu portfólio com uma terapia potencial para doença genética nos pulmões e fígado. A aquisição é a mais recente de uma série de negócios de pequeno e médio porte da farmacêutica francesa, interessada em dobrar a aposta em medicamentos inovadores e reduzir sua dependência do Dupixent, medicamento de sucesso para asma, usado também em casos mais graves de dermatite atópica.

🏁 Ultrapassagem. É oficial: a BYD superou a Volkswagen como a marca de carros mais vendida na China em 2023, uma evidência de que sua aposta total em veículos elétricos no maior mercado automobilístico do mundo está rendendo frutos e ajudando-a a desbancar alguns dos nomes mais consolidados do mundo. A ascensão meteórica da montadora, agora com uma fatia de mercado de 11% em todo o país, reflete a crescente liderança das marcas de automóveis chinesas no desenvolvimento de veículos elétricos acessíveis e de alta tecnologia, que vêm ganhando aceitação internacional.

PUBLICIDADE

🔴 Crescente tensão. Os EUA e o Reino Unido realizaram novos ataques aéreos contra os Houthis no Iêmen na segunda-feira, visando interromper ataques do grupo ao Mar Vermelho. Esses ataques, apoiados pela Austrália, Bahrein, Canadá e Países Baixos, foram os mais intensos desde o início da ofensiva em 12 de janeiro, atingindo alvos como depósitos subterrâneos e bases de lançamento de mísseis.

📈 O vaivém dos ativos. Os contratos futuros de índices dos EUA situavam-se em território negativo. Na Europa, as bolsas também operavam majoritariamente no vermelho. No encerramento do mercado acionário da Ásia, os índices terminaram sem um rumo definido. Os contratos de ouro subiam, enquanto os do petróleo baixavam. Entre as divisas, iene se depreciava frente ao dólar. O bitcoin caía.

(Com informações de Bloomberg News)

🗓️ AGENDA: Os eventos e indicadores em destaque hoje e na semana →

Os mercados esta manhãdfd
🔘 As bolsas ontem (22/01): Dow Jones Industrials (+0,36%), S&P 500 (+0,22%), Nasdaq Composite (+0,32%), Stoxx 600 (+0,77%), Ibovespa (-0,81%)
Michelly Teixeira

Jornalista com mais de 20 anos como editora e repórter. Em seus 13 anos de Espanha, trabalhou na Radio Nacional de España/RNE e colaborou com a agência REDD Intelligence. No Brasil, passou pelas redações do Valor, Agência Estado e Gazeta Mercantil. Tem um MBA em Finanças, é pós-graduada em Marketing e fez um mestrado em Digital Business na ESADE.