Carnaval é feriado? O que abre e o que fecha nos dias de festa em 2024

Primeiros dias de festa (10 e 11) caem no final de semana, enquanto os dias 12 e 13, respectivamente, segunda e terça-feira, são considerados pontos facultativos pelo governo federal

Carnaval de rua no Rio de Janeiro: festa nacional neste ano cai entre os dias 10 e 14 de fevereiro
03 de Fevereiro, 2024 | 09:51 AM

Bloomberg Línea — Falta pouco para a chegada do Carnaval de 2024, que será celebrado nos dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro, com encerramento na Quarta-feira de cinzas, dia 14. Os dias de celebração, apesar de serem tradicionais no Brasil, não são feriados nacionais.

Os primeiros dias de Carnaval (10 e 11) caem no final de semana, enquanto os dias 12 e 13 são, respectivamente, segunda e terça-feira, considerados pontos facultativos para o governo federal — o que significa que cabe às empresas decidirem se liberarão ou não os profissionais durante o período.

No entanto, existem algumas exceções, como o estado do Rio de Janeiro, e as cidades de Araxá, em Minas Gerais, e Balneário Camboriú, em Santa Catarina, por exemplo, onde o Carnaval é considerado feriado.

E, apesar de não ser nacional, o Carnaval também é considerado feriado bancário, o que significa que, nos dias 12 e 13 de fevereiro, os bancos não estarão abertos, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Na Quarta-feira de Cinzas, o início do expediente será às 12h, no horário de Brasília, com encerramento previsto no horário normal de fechamento das agências.

PUBLICIDADE

O Ibovespa (IBOV) também não funciona na segunda e na terça. Na Quarta de Cinzas, o funcionamento do principal índice para os mercados brasileiros volta às 13h.

O rodízio de carros em São Paulo também estará suspenso entre os dias 10 e 14. Shoppings e supermercados funcionam normalmente, bem como hospitais e transporte público.

Leia também

PUBLICIDADE

Volkswagen investirá R$ 9 bilhões no Brasil e aposta em híbridos

Para Bank of America, ações de tecnologia se comportam como na bolha das pontocom

Meta anuncia dividendos pela primeira vez, e Zuckerberg deve receber US$ 700 milhões

Tamires Vitorio

Jornalista formada pela FAPCOM, com experiência em mercados, economia, negócios e tecnologia. Foi repórter da EXAME e CNN e editora no Money Times.