Com novo hotel de luxo em Buenos Aires, rede espanhola planeja expansão na região

Grupo Único Hotels, da Espanha, afirma ter boas projeções para a cidade e para sua expansão na América do Sul; novo hotel, Casa Lucía, teve investimento de US$ 6 mi para reformas

Casa Lucía
Por Belén Escobar (BR)
20 de Abril, 2024 | 10:21 AM

Bloomberg Línea — Após um ano e meio de construção, reforma e um investimento inicial de US$ 6 milhões, uma das mais importantes redes de hotéis de luxo da Espanha decidiu abrir o Casa Lucía na cidade de Buenos Aires.

Embora o lançamento do novo hotel cinco estrelas, localizado no coração do exclusivo bairro da Recoleta, tenha ocorrido em um contexto desafiador, dada a mudança de governo, a inflação e as conhecidas dificuldades da economia argentina, o grupo empresarial tem boas perspectivas para a cidade e para a sua expansão na região, disse Patricio Costa, diretor de vendas da Casa Lucía.

“Buenos Aires tem um grande potencial de crescimento e é o ponto de partida para um maior crescimento na região. A ideia é expandir a marca regionalmente, para que seja a porta de entrada para a América do Sul”, disse o executivo em uma entrevista à Bloomberg Línea.

Leia mais: Os planos do Kempinski, rede mais antiga de hotel de luxo da Europa, para o Brasil

PUBLICIDADE

O hotel Casa Lucía foi inaugurado em 29 de janeiro no icônico edifício Mihanovich na capital da Argentina. Ele tem mais de 100 funcionários, 20 andares e 142 quartos. Sua localização oferece uma vista panorâmica do rio da Prata. “À medida que você sobe, a torre fica cada vez menor e você ganha exclusividade e privacidade”, descreveu Costa.

Além disso, entre outras comodidades nas instalações, conta com o restaurante Cantina e o Club Bacán, um espaço em que à noite há música e uma variedade de bebidas para os hóspedes, mas também para o público em geral.

Casa Lucíadfd

Por sua vez, o lobby tem um mural em grande escala, com cinco metros de largura e 110 centímetros de altura, feito sob medida pela artista local Cristina Codern.

Por outro lado, ele ressaltou que o hotel também está preparado para receber comissões de trabalho, conferências e eventos, com amplas salas e espaços projetados especialmente para esse fim.

Turismo internacional

Costa contou que, no momento, o público internacional predomina: “os norte-americanos estão em maior número, junto com os brasileiros. Os cubanos devem chegar a esse patamar em alguns meses”. Ele também destacou a chegada de turistas europeus, colombianos e mexicanos: “estamos começando a ver um pouco mais de turistas chineses”, disse ele.

Leia mais: Como o crescimento do turismo ameaça um destino paradisíaco na Patagônia argentina

Para atrair o público argentino, a empresa implementou diferentes estratégias. “Há argentinos que vêm para a noite romântica. Há moradores locais que vêm porque gostam de ser turistas em Buenos Aires. Além disso, há uma gastronomia muito boa”, disse.

PUBLICIDADE
Una habitación en Casa Lucía.dfd

“Queremos atingir o público local em datas específicas, como o Dia dos Namorados, o Dia da Mulher, o Dia das Mães ou o Dia dos Pais. É um hotel de mimos, próximo, um ponto de referência. Você pode apreciar a gastronomia ou o bar ou, talvez, algo mais temático em uma data especial, quando você pode fazer um plano mais voltado para a família. Temos uma boa oferta, diferente até mesmo das viagens de fim de semana.”

Nesse sentido, Costa comentou: “É um programa para ir a Buenos Aires e conhecer hotéis de luxo”. O estabelecimento também tem um spa, uma academia e, em breve, terá uma adega.

Belén Escobar

Belén Escobar (BR)

Graduada em Jornalismo (Universidad Nacional de Lomas de Zamora). Especializada em economia e finanças. Foi jornalista da agência Noticias Argentinas (NA) e colunista do Canal de la Ciudad. Ela também colaborou com o portal iProfesional.