Estes são os passaportes mais poderosos do mundo em 2024; Brasil está na lista

Ranking de 2024 traz mudanças em relação aos passaportes que dão acesso ao maior número de países sem a necessidade de obter visto

Carimbo de visto em passaporte em Los Angeles
Por Alex Millson
13 de Janeiro, 2024 | 06:33 PM

Bloomberg — Houve uma reviravolta no mundo dos passaportes. Nos últimos cinco anos, Singapura e Japão ostentaram os documentos de viagem mais poderosos do mundo, oferecendo aos seus cidadãos acesso a mais países sem visto do que qualquer outro. No entanto, neste ano, as coisas mudaram.

Quatro países europeus subiram para compartilhar o primeiro lugar no Índice de Passaporte Henley 2024 com essas nações asiáticas. Residentes da França, Alemanha, Itália e Espanha agora têm acesso sem visto a 194 de 227 destinos, três a mais do que no ano passado.

Coreia do Sul, Suécia e Finlândia subiram um lugar cada para ocupar o segundo lugar, com acesso a 193 locais. Áustria, Dinamarca, Irlanda e Países Baixos compartilham o terceiro lugar, permitindo viagens para 192 lugares.

O Reino Unido agora ocupa o quarto lugar (acesso a 191 destinos), empatado com Bélgica, Luxemburgo, Noruega e Portugal, enquanto os Estados Unidos mantêm o sétimo lugar (188 destinos), empatados com Canadá e Hungria. Há uma década, os dois países compartilhavam o primeiro lugar. E comparando a lista deste ano com a classificação de 2014, há outras mudanças significativas.

PUBLICIDADE

Os Emirados Árabes Unidos foram os que mais subiram na última década, chegando ao 11º lugar e oferecendo acesso a 183 destinos sem visto. A China, que subiu duas posições este ano para ficar em 62º lugar, tem acesso sem visto a 85 destinos - quase o dobro do que era há 10 anos.

Viagens sem visto

Christian Kaelin, presidente da consultoria de imigração Henley & Partners, disse que, embora a tendência geral ao longo dos anos tenha sido em direção a uma maior liberdade de viagem, a lacuna entre aqueles no topo e no final da lista está maior do que nunca.

“O número médio de destinos aos quais os viajantes podem ter acesso sem visto quase dobrou de 58 em 2006 para 111 em 2024″, disse ele.

PUBLICIDADE

“No entanto, ao entrarmos no novo ano, os países mais bem classificados agora podem viajar para surpreendentes 166 destinos a mais sem visto do que o Afeganistão, que está na parte inferior da classificação com acesso a apenas 28 países sem visto.”

Completando os cinco últimos lugares estão Síria (acesso a 29 países), Iraque (31), Paquistão (34) e Iêmen (35).

A Henley & Partners compila o Índice de Passaporte com base em dados da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

Passaportes mais poderosos do mundo em 2024:

Por número de países nos quais é possível entrar sem a necessidade de obter visto.

  • 1º - França - 194
  • 1º - Alemanha - 194
  • 1º - Itália - 194
  • 1º - Japão - 194
  • 1º - Singapura - 194
  • 1º - Espanha - 194
  • 2º - Finlândia - 193
  • 2º - Coreia do Sul - 193
  • 2º - Suécia - 193
  • 3º - Áustria - 192
  • 3º - Dinamarca - 192
  • 3º - Irlanda - 192
  • 3º - Países Baixos - 192
  • 4º - Bélgica - 191
  • 4º - Luxemburgo - 191
  • 4º - Noruega - 191
  • 4º - Portugal - 191
  • 4º - Reino Unido - 191
  • 5º - Grécia - 190
  • 5º - Malta - 190
  • 5º - Suíça - 190
  • 6º - Austrália - 189
  • 6º - República Checa - 189
  • 6º - Nova Zelândia - 189
  • 6º - Polônia - 189
  • 7º - Canadá - 188
  • 7º - Hungria - 188
  • 7º - Estados Unidos - 188
  • 8º - Estônia - 187
  • 8º - Lituânia - 187
  • 9º - Letônia - 186
  • 9º - Eslováquia - 186
  • 9º - Eslovênia - 186
  • 10º - Islândia - 185
  • 11º - Emirados Árabes Unidos - 183
  • 12º - Chipre - 182
  • 12º - Liechtenstein - 182
  • 12º - Malásia - 182
  • 13º - Bulgária - 179
  • 13º - Croácia - 179
  • 13º - Romênia - 179
  • 14º - Mônaco - 178
  • 15º - Chile - 177
  • 16º - Argentina - 174
  • 17º - Brasil - 173
  • 18º - San Marino - 172
  • 19º - Andorra - 171
  • 19º - Hong Kong - 171
  • 20º - Brunei - 168

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Esses são os sete hotéis de luxo mais esperados na Europa em 2024

PUBLICIDADE

Por que a Emirates decidiu apostar no superjumbo A380 na contramão de rivais

Portugal, um dos destinos favoritos de brasileiros, tem recorde de gastos de turistas