Natura pode vender fatia da Aesop para LVMH ou L’Oreal, dizem fontes; ação sobe

Maior grupo de luxo do mundo e gigante francesa de cuidados com a pele estudam ofertas pela marca de luxo da brasileira de cosméticos, segundo a Bloomberg News

Brasileira Natura avança com processo para destravar valor na sua marca de luxo Aesop (Dado Galdieri/Bloomberg)
Por Ruth David e Vinícius Andrade
30 de Janeiro, 2023 | 09:22 AM

Bloomberg — O maior grupo de luxo do mundo, a LVMH, e a gigante francesa de cuidados com a pele L’Oreal estão entre as empresas de consumo que estudam apresentar ofertas à brasileira Natura & Co (NTCO3) por uma participação na Aesop, em negócio que pode avaliar a marca em ao menos US$ 2 bilhões, disseram pessoas familiarizadas com o assunto à Bloomberg News.

Os papéis da Natura chegaram a operar com ganhos acima de 10% nesta segunda-feira (30) após a divulgação da notícia; por volta das 17h10, a alta estava na casa de 6%.

O grupo de beleza japonês Shiseido também estuda uma possível oferta, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque as discussões não são públicas.

A Aesop é a marca de luxo da fabricante de cosméticos brasileira, que trabalha com o Bank of America e o Morgan Stanley à medida que explora a venda de uma participação no negócio, segundo informou a Bloomberg News no ano passado.

PUBLICIDADE

As deliberações estão em andamento e não há certeza de que resultarão em ofertas pela Aesop, segundo as pessoas. LVMH, L’Oreal, Natura e Shisheido não quiseram comentar.

A Natura, com sede em São Paulo, disse em outubro que estava avaliando opções para destravar valor na Aesop, incluindo um possível IPO ou cisão.

Mercados difíceis para novas listagens em 2022 levaram a empresa a pender para uma venda de participação. Os esforços são parte de uma reformulação mais ampla orquestrada por Fábio Barbosa, que assumiu o cargo de presidente no ano passado.

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Bradesco diz que Americanas foi ‘palco para uma das maiores fraudes contábeis’

Arnault, homem mais rico do mundo, põe filha no topo da gestão da Dior

©2023 Bloomberg L.P.