Conheça os 179 brasileiros entre os 500 mais influentes da América Latina

De Anitta a Casimiro, de Milton Maluhy Filho a Cristina Junqueira, lista reflete diversidade da maior economia da região e a força em múltiplas áreas da economia

Vista da Marginal Pinheiros, com a Ponte Estaiada ao fundo, em São Paulo
19 de Setembro, 2022 | 08:15 AM

Bloomberg Línea — Quais os brasileiros mais influentes em suas respectivas áreas de atuação e além desses limites? A lista dos 500 Mais Influentes da América Latina aponta 179 brasileiros (incluindo estrangeiros que atuam no país) que movem os negócios e cuja atuação serve de inspiração para executivos, empreendedores, investidores, artistas, esportistas e profissionais em múltiplas áreas. É o maior contingente entre todos os países da região, condizente com o status do país como maior economia.

Os brasileiros que movem os negócios e a economia da América Latina

É uma lista com ampla diversidade em diferentes sentidos. No setor financeiro, nomes que vão de Milton Maluhy Filho, presidente do maior banco do país, o Itaú Unibanco (ITUB4), a Cristina Junqueira, CEO para o Brasil do Nubank (NU), maior banco digital do mundo, que abriu o capital na Bolsa de Nova York (NYSE) no fim de 2021.

A lista dos brasileiros apontou também a influência do trabalho daqueles que se empenham em causas sociais, como Edu Lyra, da ONG Gerando Falcões, um ecossistema de capacitação de empreendedores em mais de 6.400 favelas em todo o país, com apoio de dezenas de empresas privadas.

O aumento dos juros do patamar de 2% ao ano em março do ano passado para os atuais 13,75% encareceu o custo de capital e tem impactado a economia, mas não impediu que muitos brasileiros continuassem a fazer crescer seus negócios do varejo à indústria: de Alexandre Birman, CEO da Arezzo (ARZZ3), a Marta Díez, CEO da Pfizer no Brasil, fundamental no combate à pandemia.

PUBLICIDADE

Nos esportes, a lista traz de Vinicius Jr., uma das estrelas do Real Madrid vencedor da Champions League - o mais importante torneio de clubes do mundo - no meio do ano ao já conhecido Neymar, do Paris Saint-Germain, ambos craques e esperança da seleção na Copa do Mundo do Catar.

Veja a lista das pessoas mais influentes da América Latina

No mercado de mídia, há novidades - em relação à lista de 2021 - com influenciadores como Casimiro e Gaules, que atraem literalmente milhões de seguidores em suas lives em diferentes plataformas, além das influenciadores e empreendedoras Camila Coutinho, do Garotas Estúpidas e GE Beauty, e Bianca Andrade, da Boca Rosa Beauty, que inspiram milhões de brasileiros com seus negócios.

No mundo da inovação e da disrupção de startups, a lista aponta o trabalho de empreendedores como Mariana Dias, co-fundadora e CEO da Gupy, uma startup de Recursos Humanos que se tornou um dos unicórnios brasileiros - com avaliação igual ou superior a US$ 1 bilhão - no começo do ano, além da dupla Henrique Dubugras e Pedro Franceschi, da fintech Brex, nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

Leia também

Consumidor está cada vez mais desconfiado das marcas, diz chairman da WMcCann

Quanto custa estudar nos EUA? Veja os preços das melhores faculdades