Negócios

Melhor restaurante do mundo registra prejuízo com menu de US$ 700 por pessoa

Em comunicado, a empresa disse que, “diante das circunstâncias atuais”, o balanço foi “satisfatório”

El restaurante ha sido votado en diversas ocasiones como el mejor del mundo
Por Christian Weinberg
29 de Junho, 2022 | 06:33 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Noma, o restaurante em Copenhague, na Dinamarca, que foi eleito diversas vezes como o melhor do mundo, teve prejuízo pela primeira vez em quatro anos no ano passado, mesmo depois de receber apoio do governo dinamarquês por conta da crise causada pelo coronavírus.

O restaurante teve um prejuízo líquido de 1,69 milhão de coroas (cerca de US$ 240 mil) depois de registrar um lucro tímido em 2020, de acordo com um documento da Autoridade Empresarial Dinamarquesa. O Noma recebeu 10,9 milhões de coroas em compensação do governo, já que a Dinamarca impôs bloqueios por conta do vírus em partes do ano.

A casa oferece um menu de almoço à base de vegetais com vinho por cerca de US$ 700 por pessoa, e ocupa o primeiro lugar na lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo, depois de conquistar o prêmio por cinco outras vezes. Além disso, ele também tem três estrelas Michelin.

A última vez que o Noma não deu lucro foi em 2017, quando o chef Rene Redzepi o fechou por cerca de um ano para uma reforma. Os planos incluem um outro fechamento temporário no final deste ano para uma turnê por outros países, e deve retomar suas atividades apenas em 2023.

PUBLICIDADE

“Nas circunstâncias atuais, o resultado e o desenvolvimento econômico da empresa foram satisfatórios”, disse o Noma em seu balanço de 2021. “A empresa espera um resultado melhor para o próximo ano.”

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

Leia também

Por que essa startup de agro do Texas está vindo para o Brasil agora

Otimismo de CFOs cai para mínima de quase 10 anos nos EUA

PUBLICIDADE