PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Estilo de vida

Rolex: revender relógio de luxo é mais lucrativo que bitcoin, mostra índice

Índice que monitora preços de relógios de luxo, incluindo modelos da Rolex e da Patek Philippe, subiu cerca de um terço no último ano

Índice monitora preços de relógios muito visados no mercado, como o Nautilus de referência 5726/1, da Patek Philippe
Por Andy Hoffmann
23 de Junho, 2022 | 02:56 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Um aumento sem precedentes nos preços de relógios de luxo de segunda mão mais visados está mostrando sinais de estabilização depois que alguns proprietários colocaram seus relógios Rolex e Patek Philippe de volta no mercado, segundo um novo índice da plataforma de trading Subdial.

PUBLICIDADE

O índice Subdial50, que monitora os preços do mercado global para os 50 relógios de luxo mais demandados por valor, caiu cerca de 6% nos últimos 30 dias.

Um Rolex Daytona com mostrador preto de referência 116500LN perdeu 10% de seu valor em um mês, embora ainda tenha subido cerca de 19% nos últimos 12 meses. O Patek Philippe Nautilus 5711 de mostrador azul, um relógio esportivo de aço que vale cerca de US$ 145 mil no site da marca, caiu cerca de 12% em 30 dias após um aumento de 44% em 12 meses, de acordo com os dados.

PUBLICIDADE

Para alguns modelos, houve um grande aumento [ao longo do último ano], e eles voltaram a ter um preço mais sensato condizente com a verdadeira demanda subjacente”, disse em entrevista Ross Crane, cofundador da Subdial e cientista de dados que ajudou a criar o índice.

Ainda assim, o índice, que inclui os modelos Daytonas, Datejusts e Submariners, todos da Rolex, assim como vários modelos da linha Nautilis da Patek Philippe e um Royal Oak da Audemars Piguet, subiu cerca de 32% nos últimos 12 meses.

Isso coloca os relógios de luxo de segunda mão à frente de vários outros investimentos em ativos alternativos, incluindo carros antigos, ouro e até criptomoedas, que sofreram uma queda acentuada nos últimos meses. O S&P 500 (SPX), por sua vez, o índice de ações mais representativo do mercado de ações nos Estados Unidos, deve ter o pior primeiro semestre desde 1970 (a queda é de 21% até aqui), seis anos antes de a Patek Philippe apresentar seu primeiro Nautilus (que custava US$ 3,1 mil na época).

O interesse em relógios vintage colecionáveis deu um salto durante a pandemia, quando consumidores abastados, mas presos em casa, decidiram investir de forma online em relógios que cobiçavam. Alguns investidores que obtiveram grandes retornos em ações de tecnologia e criptomoedas consideraram os relógios de segunda mão a próxima classe de ativos em tendência de alta.

Os preços de alguns modelos da Rolex, da Patek Philippe e da Audemars Piguet mais do que o dobraram à medida que novos compradores entravam em um mercado outrora repleto apenas de colecionadores e entusiastas. Depois que a Patek Philippe terminou a produção do Nautilus de referência 5711, os preços de seu modelo mais popular ficaram mais altos que nunca.

PUBLICIDADE

Agora, com os valores das ações de tecnologias e das criptomoedas em queda e as taxas de juros em alta, alguns especuladores voltaram a vender seus relógios, equilibrando os preços.

A plataforma online de venda de relógios também criou índices de preços de relógios que monitoram marcas específicas, como Omega, Cartier e Tudor, a marca irmã mais acessível da Rolex. Os dados mostram que os relógios usados da Omega perderam cerca de 3% em 30 dias, ao passo que o índice de relógios selecionados da Cartier subiu marginalmente, e os preços da Tudor caíram cerca de 1%.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Apenas 23% dos moradores de Nova York conseguem bancar um aluguel médio