PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Copa do Mundo pode levar US$ 17 bilhões à economia do Catar

País do Golfo Pérsico deve atrair 1,2 milhão de visitantes, disse Nasser Al Khater, diretor executivo da Copa do Mundo da FIFA

A capacidade hoteleira insuficiente para os fãs tem sido outra área de preocupação
Por Simone Foxman e Netty Idayu Ismail
22 de Junho, 2022 | 11:20 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O Catar espera que a Copa do Mundo em novembro adicione US$ 17 bilhões à sua economia, abaixo da projeção anterior de US$ 20 bilhões.

PUBLICIDADE

O país do Golfo Pérsico deve atrair 1,2 milhão de visitantes, dentro de sua estimativa anterior entre 1 milhão e 1,5 milhão, disse Nasser Al Khater, diretor executivo da Copa do Mundo da FIFA 2022 no Catar, em entrevista à Bloomberg Television nesta quarta-feira (22).

O Catar quer usar o torneio para mostrar sua rápida expansão para uma potência exportadora de energia e centro de trânsito do Golfo. Ainda assim, o torneio foi conturbado por controvérsias, inclusive sobre o tratamento de trabalhadores migrantes, muitos dos quais vêm de países mais pobres.

PUBLICIDADE

Al Khater disse que os críticos ignoraram o progresso que o Catar fez, apontando para uma legislação que inclui salários mínimos para os trabalhadores e a fixação de suas horas de trabalho.

A capacidade hoteleira insuficiente para os fãs tem sido outra área de preocupação. Para atender à demanda esperada, o Catar alugou dois cruzeiros de luxo, incentivou a população a alugar seus imóveis para visitantes e estabeleceu um sistema de voos de conexão para que os torcedores possam se hospedar em outros países próximos.

Milhares de quartos em muitos hotéis de luxo foram reservados para jogadores e dirigentes da Fifa, e Al Khater disse que o país oferecerá mais aos visitantes.

Leia também

Esse é o pior primeiro semestre para o S&P 500 em mais de 50 anos

Citigroup: Chance de uma recessão global já se aproxima de 50%