PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Estilo de vida

Por que marcas de luxo como a Louis Vuitton estão abrindo restaurantes

O Mory Sacko at Louis Vuitton, no balneário francês de Saint-Tropez, oferece um menu inspirado nas cozinhas africana e japonesa

Marcas de luxo como a Louis Vuitton e a Gucci estão apostando em restaurantes com chefs renomados
Por Angelina Rascouet
18 de Junho, 2022 | 02:24 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A Louis Vuitton acaba de abrir o seu primeiro restaurante na França, não por acaso no início da temporada de verão no Hemisfério Norte.

PUBLICIDADE

A marca fashion do conglomerado de luxo LVMH SE inaugurou o restaurante Mory Sacko at Louis Vuitton, na Riviera de Saint-Tropez, nesta sexta-feira (17). O restaurante fica no hotel White 1921 e tem a assinatura do chef Mory Sacko, o franco-africano também por trás do restaurante MoSuke, condecorado com estrela Michelin, em Paris.

A cozinha do Sacko é inspirada na gastronomia africana e japonesa e passa pela reinvenção de pratos ao estilo das caixinhas de bentô japonês, de acordo com a empresa.

PUBLICIDADE

“Sabores criativos e de verão serão apresentados em uma bandeja de madeira feita sob medida, projetada pelo chef e exibida em recipientes de vidro com detalhes de flores e folhagens”, descreve um comunicado da icônica marca francesa.

O Mory Sacko fica na Place des Lices, conhecida pela petanca, um esporte com bola muito praticado no sul da França. A praça é um local icônico no meio de uma cidade celebrada e amada por personalidades da década de 1950, como Brigitte Bardot. Em tempos mais recentes, Saint-Tropez se tornou um verdadeiro playground para bilionários e estrelas de Hollywood que gostam de atracar seus iates por ali.

Este é apenas o segundo restaurante da Louis Vuitton; o primeiro abriu em Osaka, no Japão, em 2020. No mês passado, a marca de moda de luxo abriu um restaurante sazonal que fechou na semana passada em em Seul, sob o comando do chef francês nascido na Coreia, Pierre Sang Boyer.

As marcas de luxo têm investido fortemente em restaurantes. A Gucci fez uma parceria com Massimo Bottura para abrir a Gucci Osteria em Florença, na Itália, em 2018, e agora conta com quatro unidades, incluindo uma em Beverly Hill, na Califórnia. Bottura é também o chef por trás da Osteria Francescana em Modena, Itália, três estrelas Michelin e eleito o melhor restaurante do mundo nos anos de 2016 e 2018.

Segundo especialistas, restaurantes servem como meio de atração de novos consumidores que de outras formas não entrariam ou consumiriam tais marcas.

PUBLICIDADE

O hotel Cheval Blanc do grupo LVMH em Paris ganhou as manchetes no início do ano, quando seu restaurante Plenitude conquistou três estrelas na Michelin France 2022, menos de um ano após a abertura.

O chef Sacko, que é de origem maliana e senegalesa, ganhou visibilidade nacional em 2020 quando foi concorrente no Top Chef da França. Embora não tenha vencido o reality show culinário, menos de um ano depois ganhou sua primeira estrela Michelin por seu restaurante em Paris.

– Com a Bloomberg Línea.

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Venezuela: país socialista agora tem cassinos e Ferraris

Copa do Mundo com luxo? Talvez você precise dormir em uma tenda