PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Viagens

Copa do Mundo com luxo? Talvez você precise dormir em uma tenda

Opções mais básicas de hospedagem contam com água e energia, mas não com ar condicionado; país enfrenta gargalo na oferta de acomodações

Emblema de la Copa Qatar 2022
Por Simone Foxman
15 de Junho, 2022 | 12:01 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Milhares de torcedores que viajarem a Doha para a Copa do Mundo deste ano terão a opção de ficar em tendas provisórias no deserto do Catar, pois o gargalo de oferta em hospedagem forçou os planejadores a encontrar soluções criativas.

PUBLICIDADE

Serão mil tendas disponíveis, que representarão uma pequena parte dos mais de 100 mil quartos disponibilizados aos torcedores durante o torneio, segundo Omar Al Jaber, responsável pela hospedagem na organização que supervisiona o planejamento do evento.

As tendas complementarão os conglomerados de cabines pré-fabricadas – os chamados “vilarejos de fãs” – também na periferia de Doha. Essas estruturas também estão sendo oferecidas como opções acessíveis e algumas foram anunciadas a pouco mais de US$ 200 a diária.

PUBLICIDADE

Quem alugar as tendas mais básicas terá acesso a água corrente e geradores de energia, mas não terão ar condicionado, disse Al Jaber. O clima estará relativamente ameno - para o deserto - quando o torneio começar em novembro, com altas médias em torno de 29° C.

Cerca de 20% das estruturas serão tendas de luxo com mais comodidades, destinadas aos torcedores que querem a experiência do deserto em vez de simplesmente um lugar acessível para dormir.

Proporcionar acomodações suficientes para os turistas, as equipes e os colaboradores e voluntários do torneio continua sendo um desafio para o Catar. Espera-se que mais de um milhão de torcedores viajem ao pequeno país do Golfo Pérsico durante o evento, que dura um mês.

Milhares de quartos em muitos hotéis de luxo foram reservados para funcionários da FIFA (a entidade que comanda o futebol mundial) e jogadores das 32 seleções que vão disputar o torneio.

Para atender à demanda esperada, o Catar também arrendou dois cruzeiros de luxo, incentivou os proprietários a alugarem suas propriedades aos turistas e estabeleceu um sistema regional de pontes aéreas para que os torcedores possam ficar em outros países.

PUBLICIDADE

Al Jaber disse que outras opções de acomodação ficarão disponíveis à medida que o processo de venda de ingressos avance e à medida que o estoque de quartos fique disponível, incluindo quartos em edifícios que serão finalizados nos próximos meses.

O aumento da demanda fez com que os aluguéis disparassem, apesar de anos de calmaria no mercado imobiliário. Inquilinos de algumas residências hoteleiras foram informados de que precisarão sair da instalação antes do torneio, ao passo que outros inquilinos estão se mudando devido aos aumentos exorbitantes nos aluguéis.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Venezuela: país socialista agora tem cassinos e Ferraris