PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa segue alívio externo e caminha para fechar semana no azul

Principal índice da Bolsa brasileira apresenta desempenho semanal superior aos pares globais e deve fechar o período com ganhos

Avanços de papéis ligados a commodities favorecem o Ibovespa nesta sexta
13 de Maio, 2022 | 12:56 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — Ainda que esteja seguindo o desempenho das Bolsas globais nesta sexta-feira (13), o Ibovespa (IBOV) se sobressai ao sentimento externo e caminha para fechar a semana no azul, diferentemente dos principais índices acionários americanos. Por aqui, grande parte dos ganhos do dia se dá com as altas de ações ligadas a commodities, como as blue chips Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3; PETR4). Enquanto isso, o dólar recua.

Lá fora, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, recuou contra a especulação de aumentos mais acentuados das taxas de juros. Ele reafirmou ontem (12) que o Fed provavelmente aumentará as taxas em meio ponto percentual em cada uma das próximas duas reuniões e que não está “considerando ativamente” um movimento de 75 pontos-base.

PUBLICIDADE

As preocupações de que o aperto da política monetária desencadeará uma desaceleração econômica continuam a preocupar os mercados e tendem a apagar as recuperações. Os lockdowns contra covid na China e a guerra da Rússia na Ucrânia também agitaram uma série de ativos este ano, deixando as ações mundiais perto de um mercado em baixa.

Nos Estados Unidos, as ações do Twitter (TWTR) chegaram a recuar cerca de 26% no pré-mercado, em Nova York, depois que Elon Musk publicou em um post na rede social que o acordo para comprar a empresa estava temporariamente suspenso. Depois, o bilionário voltou atrás e escreveu que ainda está comprometido com a aquisição. Perto das 13h00 do horário de Brasília, o papel da rede social recuava cerca de 7,5%.

Confira o desempenho dos mercados nesta sexta-feira (13):

PUBLICIDADE
  • Por volta das 13h00 (horário de Brasília), o Ibovespa subia 1,61%, aos 107.388 pontos;
  • O dólar à vista subia 0,96% negociado a R$ 5,09;
  • Nos EUA, o Dow Jones subia 1,33%, o do S&P 500 tinha alta de 2,22%, enquanto o do Nasdaq subia 3,53%;

Leia também:

EXCLUSIVO: Procuradoria apura se apps usam acordos trabalhistas para distorcer jurisprudência

Musk volta atrás após dizer que compra do Twitter estaria ‘temporariamente suspensa’

Últimas BrasilBloomberg LíneaIbovespaAçõesJurosDólar
Kariny Leal

Kariny Leal

Jornalista carioca, formada pela UFRJ, especializada em cobertura econômica e em tempo real, com passagens pela Bloomberg News e Forbes Brasil. Kariny cobre o mercado financeiro e a economia brasileira para a Bloomberg Línea.

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.

PUBLICIDADE