PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa segue sentimento negativo do exterior e recua nesta segunda; dólar sobe

Mercados monitoram agravamento do surto de covid-19 na China e temores de desaceleração global em meio ao aumento dos juros nos EUA

Sentimento negativo toma conta dos mercados nesta segunda-feira (25).
25 de Abril, 2022 | 10:48 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV) acompanha o sentimento negativo do exterior e opera em queda na manhã desta segunda-feira (25), com investidores repercutindo o agravamento do surto de covid-19 na China em meio a temores provocados pelo aperto mais rápido do Federal Reserve. Já o dólar avança, negociado a R$ 4,80.

Os temores de restrições mais amplas em Pequim estão assustando os investidores que já estão preocupados com o risco de uma desaceleração global à medida que o Fed aumenta as taxas para controlar a inflação. Um amplo indicador de ações chinesas caiu para o menor nível em quase dois anos, já que os formuladores de políticas colocaram algumas áreas da capital sob lockdown em meio à firme adesão do governo à sua política de “zero covid”.

Em uma sessão de queda para commodities como petróleo e minério de ferro, as ações de empresas ligadas a esses setores caem na B3. É o caso das ações de Petrobras (PETR3; PETR4), que recuavam 1,68% e 2,49%, respectivamente, por volta das 10h20 (horário de Brasília), e de Vale (VALE), que caíam 1,96%.

No quadro internacional, a sessão era de queda para os principais índices globais da Europa e dos futuros dos Estados Unidos. Mike Wilson, do Morgan Stanley, alertou que o S&P 500 está prestes a cair acentuadamente, enquanto os investidores lutam para encontrar refúgios em meio a temores de que uma ação agressiva do Fed possa gerar uma recessão.

PUBLICIDADE

Em nota nesta segunda-feira, os estrategistas do Morgan Stanley disseram que um Fed em rápida contração está olhando “direto para os dentes de uma desaceleração” e que as ações defensivas já não pagam mais.

Confira o desempenho dos mercados nesta segunda-feira (25):

  • Por volta das 10h20 (horário de Brasília), o Ibovespa (IBOV) recuava 1,17%, negociado aos 109.772 pontos;
  • O dólar à vista subia 0,53%, negociado a R$ 4,82;
  • Entre os contratos de juros futuros, o DI para 2025 recuava três pontos-base, a 12,10%;
  • Nos EUA, os índices futuros apontavam para uma sessão de queda: o futuro do Dow Jones cedia 0,42%, o do S&P 500 recuava 0,45% e o Nasdaq caía 0,43%;
  • Na Europa, os mercados também caíam: o CAC-40, de Paris, por exemplo, recuava 1,32%;

-- Com informações da Bloomberg News

Leia também:

Bloomberg Línea lança lista de 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.