PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Sultão da Malásia compra quadro com caricaturas de parlamentares

Segundo publicação em seu perfil no Instagram, um dia ele pretende leiloar a obra de arte em prol de instituições de caridade

Ministro afirma que democracia do país não está saudável
Por Anisah Shukry
17 de Abril, 2022 | 11:20 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O sultão do estado mais rico da Malásia comprou uma pintura com macacos e sapos ocupando as bancadas do parlamento do país, em meio a repetidos atrasos do governo sobre uma proposta de legislação que proíba um parlamentar de trocar de partido após vencer eleições (anti-hopping).

Na pintura, dezenas de primatas – incluindo orangotangos, babuínos e chimpanzés – estão gritando, bocejando e se esticando ao longo das fileiras de assentos em ambos os lados da assembleia legislativa. Em meio a eles, a pintura ilustra diversos sapos.

O governante do estado de Selangor, o sultão Sharafuddin Idris Shah Alhaj, ficou imediatamente maravilhado com a pintura quando a viu e a pendurou em sua sala de estudo privada, segundo a publicação de seu escritório no Instagram nesta terça-feira (12).

Duas das fotos no Instagram mostravam o monarca em pé ao lado da obra de arte para escala – a pintura, incluindo a moldura, era um pouco mais alta que seus ombros. “Um dia, Sua Alteza espera leiloar a pintura, e os rendimentos serão destinados à caridade”, dizia a legenda que acompanhava.

PUBLICIDADE

A postagem foi publicada um dia depois que o parlamento da Malásia se reuniu para uma sessão especial para debater as emendas à constituição que facilitariam uma futura lei anti-deserção. O projeto de lei deveria ter sido apresentado no parlamento em março, mas foi adiado duas vezes e nenhuma nova data foi definida.

Entre os 222 parlamentares da Malásia, 39 trocaram de partido desde a última eleição geral em 2018, e o país teve três primeiros-ministros diferentes no mesmo período. “Este é um sinal claro de que a democracia em nosso país não é saudável e está em um nível preocupante”, disse o ministro do Parlamento e da Lei, Wan Junaidi Tuanku Jaafar, na segunda-feira (11).

O sultão de Selangor é um dos nove governantes malaios dos estados da Malásia. Eles se revezam para assumir o cargo de Rei a cada cinco anos e se tornaram cada vez mais ativistas na política do país nos últimos anos.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também