Internacional

Maior cometa encontrado pela NASA tem 15 vezes o tamanho do Monte Everest

Identificado pela primeira vez em 2010, núcleo do cometa é 50 vezes maior do que o encontrado na maioria dos cometas já conhecidos

NASA en Cabo Cañaveral
Por Bloomberg News e Khuleko Siwele
15 de Abril, 2022 | 02:03 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — O Telescópio Espacial Hubble da NASA confirmou o tamanho do maior núcleo de cometa já visto pelos astrônomos, mais de uma década depois de ter sido identificado pela primeira vez em 2010.

Identificado como um cometa gigante, C/2014 UN271 tem um diâmetro estimado de aproximadamente 130km, tornando-o maior que o estado americano de Rhode Island, por exemplo, e aproximadamente 5 vezes o tamanho do arquipélago de Fernando de Noronha - ou simplesmente 15 vezes o tamanho do Monte Everest

O núcleo é cerca de 50 vezes maior do que o encontrado na maioria dos cometas conhecidos. Sua massa é estimada em 500 trilhões de toneladas, 100 mil vezes maior que a massa de um cometa “normal”.

De acordo com a agência espacial americana, ele está indo em direção à Terra a 35.405 quilômetros por hora, “Mas não se preocupe: o cometa não chegará mais perto da Terra do que Saturno”, tuitou a NASA.

PUBLICIDADE

A agência espacial disse também que o cometa nunca chegará a mais de 1 bilhão de quilômetros de distância do Sol, o que não deve acontecer pelo menos até 2031.

Grandes notícias! Não. Sério. O @NasaHubble confirmou ter encontrado o maior cometa de todos.

Seu núcleo é maior do que Rhode Island. Mas não se preocupe: o mais perto que ele vai chegar da Terra é quando passar por Saturno.

— NASA (@NASA) 12 de abril de 2022

PUBLICIDADE

O cometa foi descoberto pelos astrônomos Pedro Bernardinelli, que é brasileiro, e Gary Bernstein, em imagens de arquivo do Dark Energy Survey no Observatório Interamericano Cerro Tololo, no Chile, e tem sido intensamente estudado por telescópios terrestres e espaciais desde a sua descoberta, em 2010.

“Este é um objeto incrível por estar tão ativo mesmo tão longe do Sol”, disse o principal autor do artigo, Man-To Hui, da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, Taipa Macau. “Achamos que o cometa poderia ser bem grande, mas precisávamos de melhores dados para confirmar isso.” A equipe de Macau usou o Hubble para tirar cinco fotos do cometa em janeiro.

O recordista anterior é o cometa C/2002 VQ94, com um núcleo estimado em 96 quilômetros de diâmetro. Ele foi descoberto em 2002 pelo projeto Lincoln Near-Earth Asteroid Research (LINEAR).

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Vélez, do Nubank: ‘Indústrias serão dominadas por empresas de tecnologia’

Lockdowns na China repercutem por toda a economia

PUBLICIDADE