PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Fábrica da Tesla em Xangai permanece fechada em meio ao bloqueio na cidade

Expectativa era que trabalhos fossem retomados a partir de amanhã, mas documentos aos quais a Bloomberg teve acesso pede para que funcionários fiquem em casa

Documentos apontam que fábrica da Tesla seguirá fechada amanhã. Expectativa era que atividades fosse retomadas
Por Bloomberg News
03 de Abril, 2022 | 06:05 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A fábrica da Tesla (TSLA) em Xangai permanecerá fechada na segunda-feira (04/04), disseram pessoas a par do assunto, após uma reportagem da mídia de que a empresa planejava retomar a produção na instalação em 4 de abril. A fabricante de veículos elétricos disse aos funcionários neste domingo (03/04) que as restrições existentes do Covid continuavam em vigor e pediu para que ficassem em casa e cumprissem as ordens da comunidade, de acordo com um memorando da empresa por e-mail revisado pela Bloomberg. A Tesla estendeu o fechamento de sua Gigafactory algumas vezes na semana passada, enquanto Xangai coloca seus 25 milhões de habitantes sob alguma forma de bloqueio.

PUBLICIDADE

A Reuters informou que a Tesla planeja retomar a produção na fábrica a sudeste do centro de Xangai a partir de segunda-feira, quando alguns trabalhadores começam a retornar de um bloqueio. A metade leste da mega cidade chinesa permanece sob rígidas restrições de movimento, apesar do fim de um bloqueio abrangente de quatro dias na manhã de sexta-feira.

A cidade iniciará uma nova rodada de testes em massa nesta segunda-feira, de acordo com as autoridades locais. Mais de 8.000 novas infecções por Covid foram relatadas na cidade no sábado (02/04), incluindo 7.788 infecções assintomáticas.

PUBLICIDADE

O bilionário CEO da Tesla, Elon Musk, disse em um tweet que as políticas Covid Zero da China e as interrupções gerais da cadeia de suprimentos tornaram o primeiro trimestre “excepcionalmente difícil”, depois que a empresa entregou uma quantidade recorde de carros.

Leia mais em Bloomberg.com

Leia também