PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Mercados abrem instáveis na Ásia enquanto traders pesam guerra e Fed

Futuros de ações do Japão e de Hong Kong caíam antes dos últimos desenvolvimentos do conflito, enquanto os da Austrália sinalizam um início tímido

Investidores analisam os esforços diplomáticos, bem como os comentários de uma autoridade dos EUA de que a Rússia pediu à China equipamentos militares para apoiar sua invasão da Ucrânia
Por Andreea Papuc
13 de Março, 2022 | 07:27 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — As ações enfrentam mais volatilidade na segunda-feira, à medida que a guerra na Ucrânia se intensifica e os mercados se preparam para que o Federal Reserve comece a aumentar as taxas de juros nesta semana para combater a inflação elevada.

Os investidores analisam os esforços diplomáticos, bem como os comentários de uma autoridade dos EUA de que a Rússia pediu à China equipamentos militares para apoiar sua invasão da Ucrânia. Os futuros de ações do Japão e de Hong Kong caíam antes dos últimos desenvolvimentos do conflito, enquanto os da Austrália sinalizam um início tímido.

PUBLICIDADE

O dólar operava misto em relação aos principais pares no início das negociações na Ásia. O rublo russo indicava ligeiramente mais força em relação ao dólar.

Veja mais: Semana será decisiva para traders com malabarismo entre risco da Rússia e Fed

Espera-se que o Fed inicie na quarta-feira um ciclo de aumentos de taxas com um movimento de 25 pontos-base, buscando domar as pressões de preços que estão sendo alimentadas pelo aumento dos custos das commodities em meio a interrupções na oferta devido à guerra.

PUBLICIDADE

O achatamento da curva de juros do Tesouro dos EUA e uma queda de 12% nas ações globais este ano sinalizam preocupações de que a recuperação econômica mundial da pandemia perderá ímpeto, dados os riscos do conflito e o aumento das commodities.

Estamos experimentando uma volatilidade extraordinária nas ações globais, agravada pela oscilação do sentimento do mercado e o risco de recessão se intensifica com a espiral dos preços das commodities”, escreveu Louise Dudley, gerente de portfólio de ações globais da Federated Hermes, em nota. “Esperamos oscilações contínuas no curto prazo, à medida que a incerteza geopolítica sobre o petróleo russo persiste.”

Altos funcionários dos EUA e da China devem se reunir na segunda-feira para discutir a Ucrânia. Mísseis russos atingiram uma instalação de treinamento militar no oeste da Ucrânia, perto da Polônia, levantando novas preocupações sobre o conflito que pode transbordar as fronteiras da Ucrânia.

Enquanto isso, China e Hong Kong também estão enfrentando o aumento dos casos de covid. As autoridades colocaram a cidade de Shenzhen, no sul, em um lockdown. O surto e os dados decepcionantes de empréstimos bancários aumentaram as expectativas de mais flexibilização das políticas para apoiar a economia da China.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Bancos Centrais do mundo definem política para economias abaladas pela guerra

PUBLICIDADE