PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tech

Esses são os candidatos a decacórnios da América Latina

O Nubank foi a única startup a atingir o valuation de US$ 10 bilhões enquanto ainda era privada, mas a Kavak já é oito vezes unicórnio

O Nubank foi a única startup a atingir o valuation de US$ 10 bilhões enquanto ainda era privada
Por Bloomberg Línea
10 de Março, 2022 | 12:35 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

O termo unicórnio foi usado pela primeira vez em 2013, quando o investidor Aileen Lee descreveu uma startup de capital fechado com valor superior a US$ 1 bilhão, segundo relatório da plataforma de inovação brasileira Distrito. A ideia da palavra era destacar algo raro, mas ser um unicórnio hoje é cada vez mais comum e mais rápido para startups. Só o Brasil tem 28.

Segundo o relatório do Distrito, Lee passou a filtrar essas startups “raras” como dragões, ou seja, as empresas com valuation acima de US$ 10 bilhões, os “decacórnios”. No mundo, existem 19 delas. No Brasil, a única que alcançou a avaliação (e depois a superou três vezes antes do IPO) foi o Nubank.

PUBLICIDADE

A provedora de pagamentos digitais uruguaia dLocal atingiu o valor de mercado acima de US$ 10 bilhões depois do IPO em junho do ano passado. Hoje, a empresa tem um market cap de US$ 7,99 bilhões.

Mas algumas startups da América Latina são fortes concorrentes ao status de “dragão” ou “decacórnio”, como a mexicana Kavak, que vale US$ 8,7 bilhões. Veja abaixo alguns candidatos a decacórnios na região:

  • Kavak (US$ 8,7 bilhões)
  • Rappi (US$ 5,52 bilhões)
  • QuintoAndar (US$ 5,1 bilhões)
  • Creditas (US$ 4,8 bilhões)
  • Ebanx (não divulga valuation, mas deve buscar avaliação a US$ 10 bilhões no IPO)

Empresas já listadas como a PagSeguro chegaram a valer US$ 8,2 bilhões, e a Stone também fez um IPO a US$ 8,8 bilhões de valuation. Mas, com a recente queda de ações de fintechs, essas empresas de maquininhas de cartão valem, respectivamente, US$ 4,13 bilhões e US$ 2,95 bilhões.

PUBLICIDADE

Das empresas que ainda são privadas, o QuintoAndar também pode ser um candidato a decacórnio. Hoje, a empresa vale US$ 5,1 bilhões. O Rappi também figura a lista de possíveis candidatos, com US$ 5,25 bilhões de valuation.

Segundo o Valor Econômico, a Creditas - avaliada em US$ 4,8 bilhões - buscará valuation de US$ 10 bilhões no seu IPO. Para a Bloomberg, em outubro, pessoas familiarizadas com o assunto disseram que o plano do unicórnio de pagamento brasileiro Ebanx também era buscar uma avaliação superior a US$10 bilhões em um IPO.

Leia também:

Ainda teremos IPOs de empresas da América Latina nos EUA este ano?

Unicórnio de carros seminovos Kavak expande para o Rio de Janeiro

PUBLICIDADE