Finanças pessoais

Deixou a declaração do IR para a última hora? Veja como preencher a tempo

Prazo final para envio da declaração do Imposto de Renda 2022 se encerra na segunda (31); 73% das declarações esperadas já foram entregues

Restituição será efetuada em cinco lotes, no período de maio a setembro de 2022.
23 de Maio, 2022 | 04:13 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — Foi dada a largada dos últimos dias para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2022. Isso porque o prazo para o envio dos documentos à Receita Federal, que se iniciou em 7 de março, se encerra na próxima segunda-feira (31).

Inicialmente, a data final para envio da documentação era 29 de abril, mas foi esticada devido a dificuldades do preenchimento e envio dos dados, segundo a Receita, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estavam com seus serviços de atendimento totalmente normalizados devido à pandemia da covid-19.

Entre as novidades deste ano, estão o acesso ampliado à declaração pré-preenchida por meio de todas as plataformas disponíveis, bem como o recebimento da restituição e o pagamento de DARF via PIX.

De acordo com a Receita Federal, foram entregues até as 11h desta segunda-feira (23) 25.094.079 declarações, representando aproximadamente 73% do total das 34,1 milhões declarações esperadas.

PUBLICIDADE

Quem precisa declarar IR?

De acordo com a Receita, são obrigados a entregar a declaração anual referente ao exercício de 2022 aqueles que receberam em 2021 rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70. Na atividade rural, o valor precisa ser superior a R$ 142.798,50.

Aqueles que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00 também devem declarar.

O mesmo vale para quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações na Bolsa de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Quem teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00 também está incluso no grupo obrigado a declarar ao leão.

PUBLICIDADE

Declaração Pré-Preenchida

Disponível desde de 15 de março, a declaração pré-preenchida de 2022 poderá ser utilizada por todos os contribuintes que possuam conta gov.br nos níveis ouro ou prata, em todas as formas de preenchimento disponíveis: online (portal e-CAC), pelo Programa Gerador da Declaração, no computador, bem como pelo aplicativo “Meu Imposto de Renda”.

“A Declaração Pré-Preenchida possui informações relativas a rendimentos, deduções, bens e direitos, dívidas e ônus reais, que são alimentadas diretamente no PGD IRPF 2022, sem a necessidade de digitação, sendo de responsabilidade do contribuinte a verificação da correção de todos os dados pré-preenchidos na declaração, devendo realizar as alterações, inclusões e exclusões das informações necessárias, se for o caso”, esclarece a Receita.

Restituição do Imposto de Renda

De acordo com a Receita, a partir deste ano será possível receber a restituição do Imposto de Renda por PIX, desde que a chave cadastrada seja o CPF do titular da declaração. Em outras palavras, e-mails, telefones ou chaves aleatórias não poderão ser utilizados para o recebimento.

Também será possível pagar com PIX o DARF emitido pelo programa ou aplicativo do IR quando houver imposto a ser pago. O DARF será emitido com o QR Code, facilitando o pagamento.

Com relação às deduções, estas estão limitadas a R$ 2.275,08 por dependente, o qual pode ser de qualquer idade e deverá estar inscrito no CPF. Além disso, as deduções com educação têm limite individual anual de R$ 3.561,50 e o limite de dedução do desconto simplificado é de R$ 16.754,34.

A restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, referente ao exercício de 2022, ano-calendário de 2021, será efetuada em cinco lotes, no período de maio a setembro de 2022. Confira, a seguir, o calendário:

PUBLICIDADE
LoteData restituição
1º lote31 de maio de 2022
2º lote30 de junho de 2022
3º lote29 de julho de 2022
4º lote31 de agosto de 2022
5º lote30 de setembro de 2022

Fonte: Receita Federal

Leia também:

Aperto do Fed sufoca economia sem controlar a inflação, aponta Nobel

Após perda de US$ 5 trilhões, emergentes sinalizam recuperação

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.

PUBLICIDADE