PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Agro

Colheita de soja avança, mas perdas chegam ao Mato Grosso

Rendimento foi prejudicado pela escassez de chuva durante fase de enchimento de grãos no Estado, que já colheu quase metade da safra

Trabalhos avançam em todo país, mas em MT chuvas atrapalham
28 de Fevereiro, 2022 | 08:50 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — A colheita da soja no Brasil segue em ritmo normal. Segundo o monitoramento semanal da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), pouco mais de 42% da área plantada com o grão já foi colhida. O desempenho é duas vezes maior que o registrado no mesmo período do ano passado, porém, na última safra houve um atraso significativo no início do plantio e, consequentemente, na colheita.

Apesar do avanço da colheita, os níveis de produtividade estão abaixo do esperado. Os baixos rendimentos que vinham sendo registrados nos Estados da região Sul são uma realidade cada vez maior em Mato Grosso do Sul. Segundo a Conab, “a colheita continua avançando, se aproximando da metade da área total. O rendimento dos grãos foi afetado pela escassez de chuvas nas fases de enchimento e floração”, diz o relatório semanal.

PUBLICIDADE

Veja mais: Trigo sobe 10% sem perspectiva de acordo entre Rússia e Ucrânia

Já no Paraná, a colheita da soja já foi concluída em 29% da área e a estiagem durante os estágios críticos de desenvolvimento reduziu o potencial das lavouras no Estado. “No Rio Grande do Sul, com a antecipação do ciclo devido ao estresse hídrico e às altas temperaturas, a colheita foi iniciada”, diz a Conab. E, como esperado, as primeiras áreas colhidas apresentam baixa produtividade e qualidade inferior.

Veja mais: 4 impactos da guerra na Ucrânia sobre o Brasil e o seu bolso

PUBLICIDADE

No caso do milho, o plantio da primeira safra está praticamente concluído e a colheita já foi realizada em 23% da área. Santa Catarina e Rio Grande do Sul são os que estão mais adiantados na colheita, mas o cenário de restrição hídrica ainda se mantém em praticamente toda região Sul.

O plantio da segunda safra foi está concluído em praticamente 60% da área. Mato Grosso é o Estado que está mais adiantado, com 83% da área já plantada. Apesar do avanço, o desempenho poderia ser ainda maior não fossem as chuvas que limitam o avanço da semeadura. Em Mato Grosso do Sul, a retomada das chuvas permitiu um pequeno avanço do plantio, mas foi identificada a incidência de percevejos e cigarrinhas nas lavouras.

Alexandre Inacio

Alexandre Inacio

Jornalista brasileiro, com mais de 20 anos de carreira, editor da Bloomberg Línea. Com passagens pela Gazeta Mercantil, Broadcast (Agência Estado) e Valor Econômico, também atuou como chefe de comunicação de multinacionais, órgãos públicos e como consultor de inteligência de mercado de commodities.

PUBLICIDADE