Brasil

IPCA-15 avança 0,99% em fevereiro, maior para o mês desde 2016

Segundo divulgação do IBGE nesta quarta (23), o indicador acumula alta de 1,58% no ano e, em 12 meses, de 10,76%

Prévia da inflação brasileira do segundo mês do ano teve impacto dos preços da Educação
23 de Fevereiro, 2022 | 09:05 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O IPCA-15, prévia da inflação oficial, teve alta de 0,99% em fevereiro, acelerando em relação aos 0,58% registrados no mês anterior com o impacto habitual do setor de Educação no início do ano, além da alta dos preços dos alimentos.

Conforme divulgação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (23), nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 10,76% e de 1,58% no ano.

Veja mais: Ucrânia quer declarar estado de emergência nacional

Inflação da Educação

Segundo o instituto, houve variações positivas em oito dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados. A exceção foi Saúde e cuidados pessoais, cujos preços recuaram 0,02%, após a alta de 0,93% verificada em janeiro.

PUBLICIDADE
  • A maior variação e o maior impacto vieram do grupo Educação, por conta das matrículas de início de ano.
  • Na sequência, vieram Alimentação e bebidas, que acelerou na comparação com o mês anterior, e Transportes, que subiu 0,87% após queda de 0,41% em janeiro.
  • Os demais grupos ficaram entre o 0,15% de Habitação e o 1,94% de Artigos de residência.

Inflação nas principais cidades

A pesquisa mostrou que todas as áreas pesquisadas tiveram alta em janeiro.

À exceção de Porto Alegre (-0,11%), todas as áreas pesquisadas tiveram alta em fevereiro. O maior resultado ocorreu na região metropolitana de São Paulo (1,20%), influenciado pelas altas dos cursos regulares (6,39%) e dos automóveis novos (2,24%). Na região metropolitana de Porto Alegre (-0,11%), o resultado foi puxado pela energia elétrica (-7,05%) e pela gasolina (-4,89%).

--Mais informações a seguir

Leia também

Eleições: por que a terceira via ainda é um desafio à matemática

Ana Siedschlag

Ana Carolina Siedschlag

Editora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero e especializada em finanças e investimentos. Passou pelas redações da Forbes Brasil, Bloomberg Brasil e Investing.com.

PUBLICIDADE