PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Rússia diz que cúpula Putin-Biden ainda não foi confirmada: Ucrânia

Casa Branca afirmou que presidentes podem se encontrar em breve para resolver o impasse em relação à Ucrânia

França anunciou inicialmente uma possível cúpula na noite de domingo
Por Jordan Fabian e Nancy Cook
21 de Fevereiro, 2022 | 09:30 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A Rússia disse nesta segunda-feira (21) que “ainda não há planos concretos” para uma cúpula entre Vladimir Putin e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, horas depois de a Casa Branca dizer que concordou em princípio com uma reunião para ajudar a resolver o impasse sobre a Ucrânia.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que uma reunião ou ligação entre Biden e Putin continua possível se os dois líderes perceberem a necessidade, mas o acordo específico até agora se estendeu apenas aos ministros das Relações Exteriores dos EUA e da Rússia, que devem se reunir na quinta-feira (24). Putin também realizará uma sessão especial do Conselho de Segurança da Rússia na segunda, disse Peskov, recusando-se a comentar o assunto.

A França anunciou inicialmente uma possível cúpula na noite de domingo, após ligações telefônicas envolvendo o presidente Emmanuel Macron, parecendo oferecer uma nova esperança para evitar o que os EUA dizem ser um plano russo de invadir a Ucrânia. O Kremlin negou repetidamente que pretende atacar, mesmo enquanto mantém uma escalada militar perto da Ucrânia e estende os exercícios militares na Bielorrússia.

Sholz da Alemanha falará com Putin nesta segunda-feira

O chanceler alemão, Olaf Sholz, falará com o presidente russo Vladimir Putin ainda nesta segunda-feira, em meio à pressão para que a Alemanha, que tem estreitos laços energéticos com a Rússia, faça mais para promover um fim diplomático ao impasse.

PUBLICIDADE

“Enquanto as negociações estiverem ocorrendo, isso é um sinal mais positivo”, disse o porta-voz-chefe de Scholz, Steffen Hebestreit, em uma coletiva de imprensa regular do governo.

Incerteza na Ucrânia pode significar mais volatilidade para o rublo

Operadores de câmbio estão se preparando para maiores oscilações do rublo russo depois que o Kremlin disse que “não há planos concretos” para uma cúpula entre Putin e Biden. A demanda para se proteger contra os riscos no próximo mês está próxima da maior desde que uma queda nos preços do petróleo prejudicou a moeda em 2015.

Air France cancela voos entre Kiev e Paris a partir de terça

O braço francês da Air France-KLM disse que suspenderia os voos entre Paris e Kiev na terça-feira devido a tensões geopolíticas.

“A Air France está constantemente monitorando a situação geopolítica nos territórios que serve para garantir o mais alto nível de segurança de voo”, disse a companhia aérea em comunicado na segunda-feira. A empresa disse que os voos AF1752 e AF1753 de e para Kiev “estão cancelados”.

PUBLICIDADE

UE sanciona cinco russos por eleições na Crimeia

Os ministros das Relações Exteriores da União Europeia aprovaram nesta segunda-feira o congelamento de bens e a proibição de viagens visando cinco russos envolvidos na organização de eleições na Crimeia no ano passado, disse uma autoridade da UE.

A medida foi adotada como parte do quadro existente de sanções relacionadas às eleições na Crimeia, que a Rússia anexou em 2014, e não está ligada ao atual impasse na Ucrânia, segundo o funcionário, que não quis ser identificado porque as negociações são privadas. A lista dos indivíduos sancionados está sendo atualizada regularmente, disse a pessoa.

--Mais informações a seguir

Leia também

Dona do KFC e Frango Assado busca retomada para voltar a crescer

Covid: app de monitoramento de Hong Kong alerta sobre não vacinados