Como consultar se você tem dinheiro esquecido nos bancos

Banco Central põe no ar site para cidadão verificar se tem recursos em contas antigas

Banco Central deu dicas de como evitar golpes por usuários do novo site
14 de Fevereiro, 2022 | 10:15 AM

São Paulo — As consultas ao Sistema Valores a Receber foram retomadas hoje, após o Banco Central ampliar a capacidade de atendimento do SVR e ter criado um site exclusivamente dedicado a ele.

O relançamento acontece após o fracasso da primeira tentativa que, devido ao congestionamento de acessos, tirou a página do ar no mês passado.

Como consultar o dinheiro esquecido no banco

Basta digitar o CPF e a data de nascimento para consultar se você tem valores a receber do sistema financeiro.

“Atualmente você não tem valores a receber. Mas você poderá fazer nova consulta a partir de 2/5/2022, para saber se terá valores a receber no novo período de consulta”, informa a mensagem do site a quem não “esqueceu” dinheiro em contas bancárias antigas.

PUBLICIDADE

Veja mais: Brasileiros esquecem R$ 8 bi em bancos

No momento da consulta em valoresareceber.bcb.gov.br o cidadão saberá se tem valor a receber e, caso positivo, receberá a data para conhecer esses valores e solicitar sua transferência, a partir do dia 7 de março.

O BC recomenda que o cidadão volte ao site valoresareceber.bcb.gov.br na data informada. Caso não compareça nessa data, o cidadão terá que fazer uma nova consulta para receber uma nova data para pedir o resgate. No site valoresareceber.bcb.gov.br há um passo a passo para o resgate dos valores do SVR.

Prazo de consulta por idade e repescagem

O prazo de consulta e pedido de resgate vai de 7 a 25 de março, de forma escalonada, de acordo com nascimento ou criação da empresa. Haverá repescagem para cada grupo sempre no sábado seguinte. Confira a tabela com as datas:

Data de nascimento ou de criação da empresaPeríodo para consulta e resgateData de repescagem
Antes de 19687/03 a 11/0312/03
Entre 1968 e 198314/03 a 18/0319/03
Após 198321/03 a 25/0326/03

Cuidados para não cair em golpes, segundo o BC:

  • O único site para consulta ao SVR e para solicitação de valores é valoresareceber.bcb.gov.br
  • O Banco Central não envia links nem entra em contato com o cidadão para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais
  • Ninguém está autorizado a entrar em contato com o cidadão em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber
  • O cidadão nunca deve clicar em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram
  • O cidadão não deve fazer qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores. É golpe
  • Apenas após o cidadão acessar o sistema (ou se já o acessou nos dias 24 e 25/01) e somente no caso de pedir o resgate sem indicar uma chave Pix, a instituição financeira que o cidadão escolheu entrará em contato com ele para realizar a transferência. Mesmo nesse caso bastante específico, essa instituição não pode pedir que o cidadão informe seus dados pessoais nem sua senha

Leia também

Investidor busca refúgio diante de alta de juros e Ucrânia

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.