Internacional

Pizza Hut e Domino’s sofrem ameaça de boicote na Índia

Comentários sobre o Dia da Solidariedade da Caxemira feitos por parceiros das marcas gera desonforto diplomático o burburinho nas redes

Questão altamente sensível
Por Anurag Kotoky
08 de Fevereiro, 2022 | 12:22 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Várias grandes marcas multinacionais, incluindo a Pizza Hut, a Domino’s Pizza e a Yum Brands tiveram destaque nas mídias sociais na Índia nesta terça-feira (8), com pedidos de boicote depois que alguns de seus parceiros no Paquistão demonstraram apoio na internet aos que se encontram na disputada região da Caxemira.

Outras marcas que foram alvo no Twitter incluíram a sul-coreana Hyundai Motor e a Atlas Honda, depois que contas vinculadas às marcas postaram no Dia de Solidariedade da Caxemira, no fim de semana, feriado observado no Paquistão, para demonstrar apoio às pessoas da região, que é parcialmente administrada pela Índia.

Declaração da Hyundai Motor:

“A Hyundai Motor India está comprometida com o mercado indiano há mais de 25 anos e nos posicionamos firmemente em respeito ao nacionalismo. A postagem não solicitada ofende nosso compromisso e serviço singulares oferecidos a este país. A Índia é o segundo lar da marca Hyundai e não toleramos políticas que favorecem a comunicaçao insensível e condenamos fortemente visões deste tipo. Como parte de nosso compromisso com a Índia, continuaremos nossos esforços para melhorar o país e seus cidadãos”.

PUBLICIDADE

— Hyundai Índia (@HyundaiIndia) 8 de fevereiro de 2022

A Caxemira é uma questão altamente sensível para ambos os vizinhos do sul da Ásia com armas nucleares, que travaram várias guerras pela região desde sua independência dos britânicos em 1947. A pitoresca província montanhosa, lar de resorts de esqui e enormes destacamentos militares, é governado em parte pela Índia e pelo Paquistão, mas reivindicada integralmente por ambos.

O Ministério das Relações Exteriores da Índia expressou “forte desagrado” com a postagem da Hyundai. “Também espera-se que essas empresas ou suas afiliadas se abstenham de comentários falsos e enganosos sobre questões de soberania e integridade territorial”, disse o ministério em comunicado.

O ministério convocou o embaixador sul-coreano para tratar do assunto na segunda-feira (7) e informou-o que “o assunto dizia respeito à integridade territorial da Índia, sobre a qual não poderia haver concessões”. O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul também ligou para seu colega indiano e lamentou a “ofensa”, acrescentou o ministério.

PUBLICIDADE

A KFC India e a Domino’s na Índia pediram desculpas pela postagem na segunda-feira (7). A Hyundai India disse que tomou medidas para remover as postagens feitas por um “distribuidor independente” no Paquistão.

A Atlas Honda não pôde ser contatada para um comentário, apesar de várias ligações. A Pizza Hut na Índia não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários.

“Pedimos desculpas por um post que foi publicado em alguns canais de mídia social do KFC fora do país. Honramos e respeitamos a Índia e permanecemos firmes em nosso compromisso de servir a todos os indianos com orgulho.”

— KFC Índia (@KFC_India) 7 de fevereiro de 2022

Muitos dos tweets estavam indisponíveis na terça-feira (8), embora os usuários do Twitter continuassem a postar capturas de tela, mantendo o problema como o principal trend topic na Índia durante dois dias desta semana.

– Com a colaboração de Faseeh Mangi, PR Sanjai e Muneeza Naqvi.

PUBLICIDADE

– Esta notícia foi traduzida por Marcelle Castro, Localization Specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE