PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa opera no vermelho com investidores de olho na inflação

Investidores repercutem perspectivas mais elevadas para o IPCA este ano; exportadoras e siderúrgicas ajudam a segurar índice

Investidores monitoram a alta dos juros e perspectivas mais elevadas para a inflação este ano, segundo o Focus.
07 de Fevereiro, 2022 | 02:32 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — Com os investidores de olho na alta dos juros e perspectivas mais elevadas para a inflação, o Ibovespa (IBOV) mantém o desempenho no campo negativo na tarde desta segunda-feira (7).

De acordo com o relatório Focus, divulgado nesta manhã pelo Banco Central, a expectativa é de que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) tenha alta de 5,44% em 2022, acima dos 5,38% projetados anteriormente.

PUBLICIDADE

Por volta das 14h20 (horário de Brasília), o principal índice de renda variável brasileiro operava em leve queda de 0,2%, aos 112.024 pontos. Na mínima do dia, o Ibovespa caiu 0,7%.

  • Ações de exportadoras, como Vale (VALE3), além de siderúrgicas como Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3) contribuem para amenizar as perdas, com ganhos de 1,6%, 2,8% e 1,7%, respectivamente.
  • Os papéis reagem positivamente após os contratos futuros do aço e do minério de ferro negociados na China subirem na volta das negociações após o feriado do Ano Novo Lunar.
  • Atenção ainda para as ações de Hapvida (HAPV3) e NotreDame (GNDI3), que seguem em forte queda após divulgação dos números de sinergias. Por volta das 14h20, as ações recuavam 4,9% e 5,2%, respectivamente.

Veja mais: Ações já precificam alta de juros e é hora de comprar, diz JPMorgan

Nesta semana, o noticiário corporativo é agitado com a divulgação de balanços de bancos referentes ao quarto trimestre, caso de Bradesco (BBDC4), Itaú Unibanco (ITUB4) e Santander (SANB11).

PUBLICIDADE

A semana conta ainda com os dados de inflação no Brasil (IPCA), a prévia do PIB medida pelo IBC-Br, além de dados de serviços e varejo.

Confira, a seguir, o desempenho dos principais indicadores às 14h (horário de Brasília):

  • O Ibovespa (IBOV) operava em leve queda de 0,2%, aos 112.024 pontos
  • O dólar caía 0,7% por volta das 14h20, negociado a R$ 5,29
  • No mercado de juros futuros, o DI com vencimento em 2025 caía 12 pontos-base, a 10,96%, enquanto o DI 2027 também cedia 12 pontos-base, a 11,10%
  • Nos EUA, os mercados operavam em leve queda: o índice do Dow Jones recuava 0,08%, o do S&P 500 tinha queda de 0,27%, enquanto o da Nasdaq caía 0,37%
  • Na Europa, o índice Stoxx 600 subia 0,7%, o Dax, da Alemanha, subia 0,7%, enquanto o CAC-40, da França, avançava 0,8%

Ainda entre os destaques do dia, o Bitcoin (BTC) avança pelo quinto dia consecutivo, em seu maior rali desde setembro.

Leia também:

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.

PUBLICIDADE