PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cripto

Bitcoin vai a US$ 44 mil e tem a maior disparada desde setembro

Após inverno cripto dos últimos meses, as criptomoedas estão voltando a caminhar rumo a altas

Expectativa é que cotação chegue próxima de US$ 45 mil
Por Akayla Gardner
07 de Fevereiro, 2022 | 06:54 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O Bitcoin (BTC) avançou pelo quinto dia consecutivo, seu maior rali desde setembro, quando os investidores voltaram a aceitar ativos de risco nos mercados globais.

A maior criptomoeda em termos de valor de mercado subiu até 5,6%, chegando a US$ 44.040 perto das 16h50 em Nova York (18h50 em Brasília).

PUBLICIDADE

O XRP saltou até 16% depois que as chamadas altcoins subiram ainda mais. O Shiba Inu colocou em alta as memecoins, com aumento de 24%, de acordo com o CoinMarketCap.

Os mercados globais flutuaram nas últimas semanas, enquanto os investidores ficavam de olho na perspectiva de um rápido aperto monetário do Fed. Depois de atingir um recorde de quase US$ 69 mil no início de novembro, o bitcoin perdeu até 50% de seu valor no que foi chamado de “inverno cripto”.

Bitcoin dispara por cinco dias seguidosdfd

“Em nível fundamental, pouca coisa mudou para o bitcoin desde a última sexta-feira (4), então podemos estar passando por um pouco de contração no mercado”, disse Nathan Batchelor, analista-chefe de bitcoin da SIMETRI Research. “Uma rápida olhada nos dados mostra que o mercado ainda está operando vendido, então um rally que ultrapasse os US$ 43 mil pode fazer com que a movimentação chegue aos US$ 45 mil”.

PUBLICIDADE

Nos últimos meses, vem surgindo uma relação cada vez mais próxima entre o bitcoin e os índices do mercado de ações, principalmente o índice Nasdaq 100 (NASD11) e as ações de tecnologia. A correlação entre o Nasdaq e o Bitcoin atualmente é de 0,43.

--Esta notícia foi traduzida por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

(atualizado às 18h54 com cotações mais recentes)

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE