Brasil

Rodízio de veículos é suspenso em SP até sexta após acidente do Metrô

Desmoronamento de parte da via da Marginal Tietê ocorreu na terça-feira (1) em razão das obras do Metrô da Linha 6-Laranja

A principal via de São Paulo está interditada após desmoronamento na última terça (1)
03 de Fevereiro, 2022 | 10:59 am
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) suspendeu o rodízio municipal de veículos em São Paulo até sexta-feira (4).

O anúncio acontece por conta do bloqueio da pista local da Marginal Tietê, sentido rodovia Ayrton Senna, desde a manhã do dia 1°, por conta do desmoronamento de parte da via em razão das obras do Metrô da Linha 6-Laranja.

O desmoronamento ocorreu por volta das 9h, antes da Ponte do Piqueri, no sentido Ayrton Senna, ao lado de um poço cavado construído entre as futuras estações Santa Marina e Freguesia do Ó, da Linha 6-Laranja.

Não houve feridos. Dois funcionários que tiveram contato com a água que jorrou do acidente foram socorridos pelos bombeiros.

PUBLICIDADE

Como será o rodízio com o acidente do metrô na Marginal

  • Também permanecem suspensos o rodízio de caminhões e as Zonas Máximas de Restrição de Caminhões e Fretados.
  • A Zona Azul e a proibição de circulação de veículos pelos corredores e faixas exclusivas de ônibus, contudo, estão mantidas.

Entre os desvios citados pela CET por conta do ocorrido, está o do trânsito na Marginal Tietê, pista local para o corredor da Av. Ermano Marchetti / Marquês de São Vicente, na altura da Ponte do Piqueri, cujo fluxo de veículos retorna para a Marginal pela Praça Pedro Corazza, na altura da Ponte da Freguesia do Ó.

Veja mais: Além da cratera do metrô, Doria enfrenta investida de Bolsonaro em SP

Os veículos que trafegam pela pista central são desviados para a expressa na altura do canteiro de obras, mas depois retornando para a pista central.

A pista expressa foi totalmente liberada para o trânsito de veículos às 13h da terça-feira (1°).

PUBLICIDADE

Já os veículos oriundos da Rodovia Presidente Dutra, Fernão Dias, Bandeirantes, Anhanguera e Castelo Branco estão sendo direcionados para o Rodoanel e ao mini-anel viário, formado pelas avenidas Salim Farah Maluf, Luis Ignácio de Anhaia Melo, das Juntas Provisórias, Presidente Tancredo Neves e dos Bandeirantes.

Leia também

Bolsonaro usa mensagem ao Congresso para se contrapor a Lula

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.