Mercados

Futuros do Nasdaq 100 desabam com ‘massacre’ de Meta e Spotify

Traders aguardam mais pistas sobre a rapidez com que os principais bancos centrais apertarão a política monetária

Una pantalla muestra el índice Han Seng
Por Sunil Jagtiani
02 de Fevereiro, 2022 | 10:04 pm
Tempo de leitura: 2 minutos
Últimascotações

Bloomberg — O rali nas ações globais foi interrompido nesta quinta-feira na Ásia, após os resultados decepcionantes de empresas líderes de tecnologia e enquanto os traders aguardam mais pistas sobre a rapidez com que os principais bancos centrais apertarão a política monetária.

Os contratos futuros de índices de ações dos EUA tiveram forte queda, com contratos no Nasdaq 100 (SDX), referência em alta tecnologia, caindo cerca de 2,2%, depois que as ações da Meta Platforms Inc (FB) e da líder streaming Spotify Technology SA (SPOT) desabaram nos negócios do aftermarket dos EUA após apresentarem guidances decepcionantes sobre usuários.

As ações caíram no Japão e na Austrália. A Coreia do Sul retomou os negócios após o feriado com alta nas ações. Os mercados de Hong Kong e China continental permanecem fechados.

As ações dos EUA fecharam em alta nesta quarta-feira, levando os papéis globais ao seu maior avanço de quatro dias desde 2020, mas os resultados das empresas de tecnologia devem agora ofuscar essa rali.

PUBLICIDADE

Uma forte inflação regional está reforçando o euro e pressionando o Banco Central Europeu a reconsiderar sua postura dovish. As decisões de política monetária do BCE e do Banco da Inglaterra devem ser divulgadas nesta quinta-feira.

Os rendimentos dos títulos do Tesouro despencaram e um indicador do dólar interrompeu um recuo de três dias. O petróleo caiu do maior patamar em sete anos e o ouro ficou estável em cerca de US$ 1.807 a onça.

Os resultados corporativos de gigantes de tecnologia dos EUA foram mal recebidos e representam um novo desafio para os investidores em busca de oportunidades amenizarem as preocupações com os aumentos das taxas de juros pelo banco central. Os mercados oscilaram acentuadamente e as ações estão sofrendo perdas este ano, à medida que as autoridades reduzem os estímulos para controlar a inflação.

“A volatilidade veio para ficar”, disse Anna Han, estrategista de ações da Wells Fargo Securities, à Bloomberg Television. “Nossa perspectiva para 2022 era de que veríamos mais picos de volatilidade. Com essa instabilidade, com essa imprevisibilidade, os investidores vão expressar isso comprimindo múltiplos.”

PUBLICIDADE

Os dados da ADP antes do payroll de sexta-feira mostraram que o emprego nas empresas dos EUA encolheu mais em janeiro. A variante do vírus ômicron desferiu um golpe rápido, mas provavelmente temporário, no mercado de trabalho.

Enquanto isso, os EUA deram luz verde aos planos de transferir mais tropas para a Europa e enviar soldados já estacionados no continente mais a leste, buscando enviar uma mensagem militar mais forte ao lado dos esforços diplomáticos com a Rússia sobre a Ucrânia. Autoridades ocidentais alertaram para sanções econômicas se a Rússia invadir a Ucrânia, o que o Kremlin nega que pretenda fazer.

O que acompanhar esta semana:

  • Banco da Inglaterra e Banco Central Europeu têm reunião de política monetária, quinta-feira;
  • Audiência de confirmação do Conselho de Governadores do Fed, quinta-feira;
  • Pedidos da indústria nos EUA, reivindicações iniciais de seguro-desemprego, bens duráveis, quinta-feira;
  • Relatório do Payroll de folhas de pagamento dos EUA para janeiro, sexta-feira;
  • Jogos Olímpicos de Inverno começam na China, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, deve participar da cerimônia de abertura, sexta-feira;

Alguns dos principais movimentos nos mercados:

Ações

  • Os futuros de S&P 500 (ESH2) tinham baixa de 1% às 10h de Tóquio (22h em Brasília). Na quarta, o S&P 500 (SPX) subiu 0,9%;
  • Os futuros do Nasdaq 100 (NQH2) tinham baixa de 2,2%. Na quarta, o Nasdaq 100 (SDX) subiu 0,8%;
  • O índice Topix (TOPIX), de Tóquio, recuava 0,5%;
  • O índice Ksopi (KOSPI), de Seul, subia 2%;
  • O índice S&P/ASX 200, de Sydney, recua 0,2%;

Moedas

  • O Bloomberg Dollar Spot Index (DXY) subia 0,1%;
  • O euro (EUR) estava em US$ 1,130;
  • O iene japonês (JPY) estava em 114,41 por dólar;
  • O yuan offshore (CNH) estava em 6,3695 por dólar;

Renda fixa

  • O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos (GT10) recuava dois pontos-base para 1,76%;
  • O rendimento dos títulos da Austrália de 10 anos recuavam seis pontos-base para 1,86%;

Commodities

  • O petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) era negociado a US$ 87,73 o barril;
  • O ouro (XAU) estava em US$ 1.807,30 a onça.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE