PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Green

Magalu fecha parceria com WayCarbon para gestão de emissões

Varejista passa a usar software Climas para gestão ESG e definição de estratégia de clima da companhia

Magalu adota softare de gestão ESG da WayCarbon a partir de janeiro
28 de Janeiro, 2022 | 12:43 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — A Magazine Luiza fechou parceria com a consultoria WayCarbon para adotar o Climas, software de gestão ESG, para otimizar a gestão de emissões de GEE (gases do efeito estufa) e energia da rede.

Segundo a WayCarbon, a Magalu começou a usar o Climas neste mês a fim de viabilizar a consolidação da quantidade de dados gerados de forma automatizada e rastreável. Desenvolvido pela WayCarbon, o Climas é um dos principais softwares usados pelas companhias abertas da região para produção de relatórios e registro de evidências em gestão de sustentabilidade e mudança do clima.

PUBLICIDADE

Veja mais: B3 divulga ranking dos campeões de ESG; Vale e Petrobras estão fora

“O uso do Climas revela a nossa evolução na gestão do tema e irá nos ajudar na definição de uma estratégia de clima ambiciosa nos próximos anos”, disse Ana Luiza Herzog, gerente corporativa de reputação e sustentabilidade do Magalu, em nota.

O programa permite o reporte de dados e controle mensal relacionado às emissões de GEE e energia, centralizando a coleta de informações relacionadas aos múltiplos negócios que estão sob responsabilidade de diferentes profissionais da companhia, explicou a WayCarbon. “As equipes envolvidas na elaboração do inventário podem se dedicar a fazer uma análise mais estratégica das informações e a buscar melhorias de processos visando reduções de GEE, em vez de gastar tempo atualizando dados manualmente”, informou a consultoria de gestão ESG.

PUBLICIDADE

Veja mais: Brasil simplifica gestão ESG das empresas com ajuda da tecnologia

Segundo a WayCarbon, o Climas gerencia hoje cerca de 44 milhões de toneladas de CO² dos inventários de emissões de GEE das maiores empresas brasileiras em mais de 14 países, com um banco de dados com mais de 30 mil fatores de emissões.

“Num passado não muito distante, o desafio das empresas era compilar os dados sobre emissões de GEE para a composição dos relatórios de sustentabilidade apresentados aos stakeholders. Hoje, o desafio é transformar esses KPIs em ativos para gerar valor às companhias. Dito de outra forma, tirar as equipes da tarefa maçante de cumprimento de relatórios para dedicá-las aos estudos de melhorias nas estratégias de consolidação da agenda climática com um fator cultural e inerente ao sucesso dos negócios. Nosso objetivo na parceria com o Magalu é apoiá-lo na consolidação da sua agenda ESG, trazendo as informações relevantes sobre o tema para o processo de tomada de decisão do grupo”, disse Carla Leal, diretora de growth da WayCarbon.

Magazine Luiza está no ranking de campeões do ESG divulgado pela B3, nesta sexta-feira (28). A varejista ocupa a 49º lugar, atrás da sua concorrente Via (48º). Considerando o setor de varejo, a Renner tem o melhor posicionamento, em segundo lugar no ranking geral, atrás apenas da EDP.

Leia também: Diversidade como ativo: contratar pessoas trans pode aumentar lucro da empresa

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.

PUBLICIDADE