PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cripto

Paris Hilton está de volta e levando a festa para o metaverso

Ela se instalou no Roblox, uma plataforma online com 47,3 milhões de usuários ativos diariamente onde as principais atrações podem atrair bilhões de visitas

“Eu vejo isso como o futuro das festas"
Por Martine Paris
22 de Janeiro, 2022 | 01:34 pm
Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberg — Paris Hilton sente que sua hora chegou - de novo.

PUBLICIDADE

Ela que já foi um marco da cultura pop, Paris Hilton, está renovando sua imagem, tentando passar de uma garota que adora festas para um “ícone atemporal” vista por diferentes marcas como uma moça de família e líder inovadora. De repente, ela voltou a ser arroz de festa: streaming de televisão, anúncios de moda e até no Roblox. Tudo faz parte de seu plano, mas nesta versão de Paris Hilton, espere ver NFTs em vez de outdoors.

Considerada uma das influenciadoras mais proeminentes do início dos anos 2000, a atriz já acumulou mais de 55 milhões de fãs no Instagram, Twitter, Facebook, TikTok, Snapchat e YouTube. Mais se incluirmos o Weibo, uma das maiores plataformas de mídia social da China. E seus seguidores incluem alguns dos maiores nomes do entretenimento, de Madonna a Kim Kardashian West.

PUBLICIDADE

Outras celebridades estão traduzindo sua proeminência em impérios criativos: Reese Witherspoon conseguiu uma avaliação de US $ 900 milhões para a Hello Sunshine, a SpringHill de LeBron James vale US$ 725 milhões e a Westbrook de Will Smith está avaliada em US$ 600 milhões. Em outubro, Hilton iniciou uma parceria com o veterano da Walt Disney, Bruce Gersh, para tentar fazer exatamente isso, formando a 11:11 Media. Embora seu novo empreendimento invista em produtos inovadores e promova novos projetos de entretenimento, o foco principal será a venda de parcerias com a marca Hilton.

“Adoro compartilhar minha plataforma com outras pessoas e usar minha voz para divulgá-la de maneiras que eles nunca poderiam, então é por isso que sou uma parceira incrível”, disse Hilton em entrevista.

A herdeira da rede hoteleira ganhou destaque no reality show “The Simple Life” em 2003. Agora, ela tem um programa no serviço de streaming da NBC Peacock, “Paris In Love”, e um podcast com a IHeartMedia chamado “This Is Paris.” Embora seu programa da Netflix, Cooking With Paris, tenha sido cancelado após uma temporada, Gersh disse que tem outros programas de culinária em andamento como parte de um acordo de dois anos com a Warner Bros para desenvolver conteúdo sem roteiro.

Hilton também está investindo em locais modernos de entretenimento, ou seja, o metaverso. Ela se instalou no Roblox, uma plataforma online com 47,3 milhões de usuários ativos diariamente, onde as principais atrações podem atrair bilhões de visitas. Em Paris World, os jogadores podem explorar sua ilha paradisíaca completa com parque de diversões, zoológico, boate e mansão, onde podem comprar roupas de seu armário. Ela organizou seu primeiro evento no Roblox na véspera de Ano Novo.

Até agora, ela atraiu menos de 62.000 visitas, mas Hilton diz que vê potencial.

PUBLICIDADE

“Vejo o Paris World evoluindo para um destino para diferentes eventos ao longo do ano – Dia dos Namorados, Super Bowl, New York Fashion Week”, disse Hilton.

Ela também tem ambições de trazer marcas para o metaverso, sugerindo no Instagram que fará um próximo anúncio com a ZipRecruiter.

Na próxima semana, Hilton lançará seus primeiros NFTs com a Super Plastic, uma empresa de brinquedos de vinil e colecionáveis digitais apoiada por empresas como Google Ventures e Justin Timberlake. Hilton vendeu seu icônico Crypto Queen NFT em abril de 2021 por US$ 1,1 milhão e tem uma coleção de 141 peças, incluindo obras de Grimes e Steve Aoki.

“Acho importante que as pessoas não estejam apenas no mundo físico, mas também no mundo digital”, disse ela. “Eu vejo isso como o futuro das festas, sair, interagir com as pessoas e ser social.”

“#fbf passa o espumante o melhor ainda está por vir!”

– Esta notícia foi traduzida por Marcelle Castro, Localization Specialist da Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também