PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Agro

Mercado de fertilizantes tem nova pressão após sanções dos EUA

Crise energética da Europa aumentou os custos e restringiu a produção, o que pressionou ainda mais os preços

Mudança da Yara mostra que as sanções estão começando a afetar esse mercado, colocando mais pressão e alimentando preocupações sobre os preços dos alimentos
Por Yuliya Fedorinova
10 de Janeiro, 2022 | 12:21 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Preços recordes de fertilizantes enfrentam pressão adicional à medida que Yara International começou a reduzir as compras de potássio da Belarus depois que os Estados Unidos endureceram as sanções contra o país do Leste Europeu no mês passado.

PUBLICIDADE

O país controla cerca de um quinto do mercado global de potássio, com outros produtores importantes, incluindo Rússia e Canadá. O mercado já está extremamente apertado, com preços de fertilizantes em alta, já que a crise energética da Europa aumentou os custos de produção e restringiu a produção.

Veja mais: Escassez global de fertilizantes aumenta demanda por esterco

PUBLICIDADE

A mudança da Yara mostra que as sanções estão começando a afetar esse mercado, colocando mais pressão e alimentando preocupações sobre os preços dos alimentos, que já estavam perto de um recorde histórico. Em dezembro, os EUA ampliaram as sanções ao potássio daquele país para incluir a única trader do insumo, como parte das medidas para aumentar a pressão sobre o regime do presidente Alexander Lukashenko.

“Isso terá um impacto muito grande na Belarus, uma vez que vende cerca de 40% de sua produção na Europa, principalmente para a Yara,” diz Elena Sakhnova, analista da VTB Capital em Moscou, em entrevista por telefone. “Será muito difícil substituir os volumes da Belarus se outros clientes, especialmente na América Latina, também começarem a desacelerar.”

Veja mais: Custos globais de alimentos recuam do recorde e dão trégua na inflação

As sanções dos EUA têm como alvo a Bielorusian Potash e os clientes e contrapartes tem até 1º de abril para encerrar as transações com a empresa. As sanções aumentarão a importância dos mercados asiáticos para a Belarus.

“Para a Belarus é muito importante assinar novos acordos com a China e a Índia agora e as negociações sobre novos contratos já começaram”, disse Sakhnova.

PUBLICIDADE

Embora os preços de referência dos fertilizantes em muitas regiões, como China e Índia, sejam derivados de acordos anuais entre produtores e compradores, há vendas à vista em outros mercados importantes, como o Brasil. As sanções elevaram os preços brasileiros para um recorde de US$ 780 por tonelada em dezembro.

Veja mais em bloomberg.com