PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa fecha em queda com mercado se preparando para o Natal

Índice operou descolado das bolsas americanas, enquanto dólar despencou mais de 1%

Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg Línea — O Ibovespa fechou o dia em queda, na contramão das principais bolsas globais, em uma sessão de baixa liquidez devido a proximidade do Natal. Os mercados internacionais tentaram se recuperar das perdas geradas pelos receios em relação aos possíveis impactos da Ômicron, ao mesmo tempo que avaliavam novas noticias sobre a variante. O dólar despencou e as taxas do DI permaneceram praticamente. Na cena local, o Orçamento também esteve no radar.

  • A bolsa ficou nos 105 mil pontos e o dólar caiu mais de 1%, ficando mais próximo dos R$ 5,65.

No exterior, a notícia de que a ômicron tem menor risco de hospitalização trouxe certo alívio quanto aos temores sobre a nova variante. Conforme novo estudo, os sul-africanos que contraem a Covid-19 na atual quarta onda de infecções têm 80% menos probabilidade de serem hospitalizados se contraírem a variante ômicron, em comparação com outras cepas.

PUBLICIDADE

Por aqui, ontem, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei orçamentária para o ano 2022. O texto foi aprovado por 358 votos a favor, 97 contrários e 2 abstenções. A despesa orçamentária para 2022 foi fixada em R$ 4,82 trilhões, sendo que R$ 16,5 bilhões serão destinados às chamadas emendas de relator.

  • Câmbio: O dólar caiu 1,5%, a R$ 5,66;
  • Bolsa: O Ibovespa caiu 0,24%, para 105.243 pontos;
    • Entre as maiores altas percentuais ficaram Getnet (GETT11), Banco Pan (BPAN4) e Méliuz (CASH3). Nas maiores perdas: Rede D’Or (RDOR3), Magazine Luiza (MGLU3) e Natura & Co (NTCO3);
  • Juros: O DI com vencimento para janeiro de 2025 manteve-se praticamente estável em 10,40% enquanto o de 2027 ficou em 10,34%;
  • Exterior: Em Nova York, o Dow Jones subiu 0,74%, o S&P 500 avançou 1,02% e o Nasdaq 1,18%;
  • Bitcoin: Por volta das 18h30, a criptomoeda operava em alta de 0,88%, a US$ 49.000;

-- Com informações de Bloomberg News

Leia também

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.

PUBLICIDADE