PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Viagens

Itapemirim promete reembolso integral para passageiros que não viajaram

No 3º dia da crise, companhia informou que plano de contingência reacomoda parte dos passageiros em ônibus; saiba como pedir o reembolso

Frota da Itapemirim é composta de sete aeronaves da Airbus, alugadas com empresas de leasing
19 de Dezembro, 2021 | 02:54 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — No terceiro dia de suspensão de suas operações, a ITA (Itapemirim Transportes Aéreos) divulgou nota, neste domingo (19), com orientações aos passageiros com bilhetes comprados sobre como obter o reembolso. A companhia que tem o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, como seu hub principal, não forneceu ainda uma previsão de retorno de suas atividades.

PUBLICIDADE

O dono da empresa, o grupo Itapemirim, que atua no setor de transporte rodoviário, está em recuperação judicial e, mesmo assim, se lançou no mercado da aviação comercial regular com voo inaugural no último dia 29 de junho, em meio a reclamações da tripulação sobre as condições de trabalho, como atraso no pagamento de salários e benefícios e ao não recolhimento do depósito do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Leia mais: Anac manda Itapemirim prestar assistência aos passageiros de voos cancelados

PUBLICIDADE

As orientações da ITA são as seguintes:

  • Apenas os clientes que estejam fora de seu domicílio, e que tenham viajado anteriormente com a ITA, devem entrar em contato nos canais de atendimento da companhia, exclusivamente para reacomodação de retorno aos seus destinos de origem, segundo o comunicado
  • A companhia aérea prometeu que clientes que ainda estejam em sua cidade de domicílio, com voos programados a partir de hoje, serão atendidos exclusivamente com o reembolso integral dos valores pagos
  • Para solicitar o reembolso, o cliente pode procurar sua agência de viagem, enviar um e-mail para falecomaita@voeita.com.br com o nome completo e número do localizador de sua reserva ou fazer a solicitação diretamente pelo site da companhia.
  • Passos no site da companhia: clique em Meus Voos; faça o login com o seu usuário e senha; clique na opção Reemissão/Remarcação/Reembolso; selecione o seu ticket; selecione a opção Reembolso
  • A empresa diz que o atendimento pode ser feito pelo telefone 0800 723 2121 e pelo chat presente no site. O horário de atendimento é das 6h às 21h. A ITA avisa que, devido à alta demanda, pode haver uma demora acima do esperado para o atendimento.

A companhia disse ainda que segue trabalhando em conjunto com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para “mitigar” os efeitos causados aos passageiros pela suspensão de suas operações. A ITA afirmou ter contado com o apoio das demais companhias aéreas nacionais para a reacomodação de passageiros impactados.

Leia mais: Entenda o colapso da Itapemirim, que deixou aviões no chão nas vésperas do Natal

Segundo a nota, o grupo Itapemirim também está utilizando a sua empresa de transporte rodoviário, a Viação Itapemirim, como parte do plano de contingência para a reacomodação dos passageiros por via terrestre. A ITA informou que, ontem, havia 30 voos programados com diversas origens e destinos no Brasil, mas não revela o total de passageiros afetados.

Segundo dados da Anac, a empresa tinha 514 voos previstos da noite de sexta-feira (17), início da suspensão, até o próximo dia 31, número que a ITA não confirma. Informações de mercado apontam uma estimativa de cerca de 40 mil passageiros atingidos pela suspensão, às vésperas das festas de Natal e Réveillon, período importante de vendas para o setor aéreo, com as viagens de fim de ano, alta temporada do turismo e férias.

PUBLICIDADE

A Anac não divulgou nota sobre o caso neste domingo. Ontem, a o órgão regulador informou que intimou a ITA a cumprir medidas para assistência aos passageiros que adquiriram bilhetes aéreos da companhia e a prestar à agência informações atualizadas sobre as ações previstas para honrar os bilhetes vendidos e reacomodação dos seus clientes.

Leia também

Quem já teve Covid pode ter proteção de apenas 19% contra a ômicron

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.