Internacional

G-7 tenta barrar ofensiva militar da Rússia sobre a Ucrânia

Após conversas conduzidas pelos Reino Unido, ministros dos sete países devem divulgar ainda neste domingo uma declaração conjunta contra a ação do Kremlin

EE.UU. advierte que Rusia podría estar planeando una invasión de Ucrania.
Por Kitty Donaldson
12 de Dezembro, 2021 | 09:35 am
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — Os ministros estrangeiros das nações que formam o G-7 planejam fazer uma declaração conjunta sobre a Rússia enquanto procuram maneiras de impedir o Kremlin de fazer movimentos contra a Ucrânia.

Os ministros devem divulgar a declaração ainda neste domingo, após conversas em Liverpool, na Inglaterra, conduzidas pela secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, de acordo com duas pessoas familiarizadas com os planos.

Com o aumento do número de tropas e equipamentos militares implantados perto da fronteira com a Ucrânia, os Estados Unidos vêm alertando há semanas que a Rússia traçou planos para uma invasão que poderia ocorrer no início de 2022.

Os Estados Unidos já disseram ao presidente russo, Vladimir Putin, que seu país enfrentará enormes repercussões econômicas da comunidade internacional se ele decidir ativar o plano, embora o Japão deva insistir para que a declaração do G-7 permaneça relativamente cautelosa, disseram as pessoas.

PUBLICIDADE